Eduardo Ferreira Gonçalves
Eduardo Ferreira Gonçalves
Eduardo Ferreira Gonçalves

Eduardo Ferreira Gonçalves

"Lembrai, lembrai, o 5 de novembro; A pólvora, a traição e o ardil; Por isso não vejo porque esquecer; Uma traição de pólvora tão vil"