ex-estranho leminski - Pesquisa do Google

O arrumador de palavras: Toda poesia, de Leminski

O poeta Leminski já sabia que a profundidade das coisas está na cara, mas a gente desaprendeu a ver

Como não morrer engasgado com o próprio umbigo

Para que morarmos na superfície das coisas, sendo que as mudanças necessárias são profundas? À noite, na Praça Roosvelt, em São Paulo. Encontr...

Pinterest
Pesquisar