Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Pra tudo o que nos faz sorrir...sorria também.!...

333
142

Pessoas observam prédio da sede da ONU em Bagdá destruído após explosão de caminhão-bomba. O atentado deixou 22 mortos, incluindo o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, que na época ocupava o cargo de representante do secretário-geral das Nações Unidas no Iraque

Imprensa se posiciona em frente à sede da ONU em Bagdá, destruída após a explosão de um caminhão-bomba. O atentado deixou 22 mortos, incluindo o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, que na época ocupava o cargo de representante do secretário-geral das Nações Unidas no Iraque

Carro pega fogo em frente ao Hotel Canal, sede da ONU em Bagdá, após explosão de caminhão-bomba. O atentado deixou 22 mortos, incluindo o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, que na época ocupava o cargo de representante do secretário-geral das Nações Unidas no Iraque

Corpo do diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, morto em atentado terrorista à sede da ONU em Bagdá, chega ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Na época, Vieira de Mello ocupava o cargo de representante do secretário-geral das Nações Unidas no Iraque

O representante especial do secretário-geral da ONU no Iraque, Sérgio Vieira de Mello, alto comissário de direitos humanos das Nações Unidas, fala com a imprensa ao desembarcar em Bagdá. Vieira de Mello morreu no dia 19 de agosto de 2003 em um atentado à sede da organização na capital iraquiana

Funcionários da ONU fazem marcha silenciosa na sede da organização em Nova York, em protesto contra o atentado que deixou 22 mortos na sede em Bagdá, incluindo o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, então representante especial do secretário-geral das Nações Unidas no Iraque

Funcionários da sede da ONU em Genebra, na Suíça, prestam homenagens aos 22 mortos do atentado que atingiu a sede da organização em Bagdá. Entre as vítimas estava o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, que na época ocupava o cargo de representante do secretário-geral da ONU no Iraque

Caixão com o corpo do diplomata Sérgio Vieira de Mello é levado para avião da Força Aérea Brasileira no aeroporto de Bagdá, no Iraque, antes de seguir para o velório no Rio de Janeiro. O brasileiro, que na época ocupava o cargo de representante do secretário-geral da ONU no Iraque, foi morto no dia 19 de agosto de 2003 em um atentado terrorista na sede da organização em Bagdá