Resultados da Pesquisa de imagens do Google para http://colunistas.ig.com.br/dicasdaarquiteta/files/2009/12/i141232.jpg

Resultados da Pesquisa de imagens do Google para http://colunistas.ig.com.br/dicasdaarquiteta/files/2009/12/i141232.jpg

Uma base de alvenaria (porão) ajudou a nivelar o pequeno aclive do terreno. Dessa forma,o piso térreo começa 1,10 m acima da garagem, e a cozinha está integrada ao jardim dos fundos (foto acima). Os demais andares, como o solário, no último pavimento, ficam bem acima da rua, com vista primorosa.

Blocos: a estrutura fica à vista

Uma base de alvenaria (porão) ajudou a nivelar o pequeno aclive do terreno. Dessa forma,o piso térreo começa 1,10 m acima da garagem, e a cozinha está integrada ao jardim dos fundos (foto acima). Os demais andares, como o solário, no último pavimento, ficam bem acima da rua, com vista primorosa.

Clube do Concreto: Passo a passo Radier , Sapata Corrida e Embasamento

Clube do Concreto: Passo a passo Radier , Sapata Corrida e Embasamento

Casa construída com bom gosto e soluções econômicas. ~ Guia da Arquitetura

Casa construída com bom gosto e soluções econômicas. ~ Guia da Arquitetura

Casa + Estúdio / Terra e Tuma Arquitetos Associados

Galeria de Casa + Estúdio / Terra e Tuma Arquitetos Associados - 7

O vão livre de 7,60 m resulta de dois fatores: vigas metálicas de 30 cm de altura e preenchimento da laje pré-moldada do piso superior com isopor, o que a deixou mais leve. O piso, feito na obra, emprega partes iguais de cimento cinza e cimento estrutural branco.

Casa erguida em quatro meses com R$ 235 mil

O vão livre de 7,60 m resulta de dois fatores: vigas metálicas de 30 cm de altura e preenchimento da laje pré-moldada do piso superior com isopor, o que a deixou mais leve. O piso, feito na obra, emprega partes iguais de cimento cinza e cimento estrutural branco.

Pinterest
Pesquisar