Concepção artística do buraco negro da galáxia 1068/NASA-JPL

Concepção artística do buraco negro da galáxia 1068/NASA-JPL

Os anéis de neve são formados quando os fortes ventos sopram a neve ao longo da pradaria até que se formam bolas de neve naturais. Se isto ocorre em um morro, vai continuar a rolar e aumentar de tamanho. A parte menor e mais fraca entram em colapso deixando estes buracos que dão o aspecto de rosca. As maiores encontradas mediam 25 cm de altura. Pradaria de Idaho, USA.

Os anéis de neve são formados quando os fortes ventos sopram a neve ao longo da pradaria até que se formam bolas de neve naturais. Se isto ocorre em um morro, vai continuar a rolar e aumentar de tamanho. A parte menor e mais fraca entram em colapso deixando estes buracos que dão o aspecto de rosca. As maiores encontradas mediam 25 cm de altura. Pradaria de Idaho, USA.

Galáxia

Galáxia

Imagem obtida pelo telescópio Hubble, da Nasa (agência espacial americana), mostra uma singularidade cósmica da galáxia anã DDO 68. Com a presença irregular de estrelas e nuvens de gás, ela parece uma galáxia mais jovem do que realmente é.  Fotografia: Nasa/ESA/Hubble/AFP.

Hubble completa 25 anos: veja lindas imagens feitas pelo telescópio

Imagem obtida pelo telescópio Hubble, da Nasa (agência espacial americana), mostra uma singularidade cósmica da galáxia anã DDO 68. Com a presença irregular de estrelas e nuvens de gás, ela parece uma galáxia mais jovem do que realmente é. Fotografia: Nasa/ESA/Hubble/AFP.

Orion Nebula - Image credit: NASA/JPL-Caltech/STScI

Chaos at the Heart of Orion

Orion Nebula - Image credit: NASA/JPL-Caltech/STScI

Descoberta em 1784 pelo astrônomo William Herschel, NGC 4394 é uma galáxia espiral barrada situada a 55 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Coma Berenices. Seus braços espirais luminosos emergem das extremidades de uma barra que corta o centro da galáxia. São recheados com estrelas jovens azuis e filamentos escuros de poeira cósmica. No centro há uma região de gás ionizado que pode ser o resultado de um buraco negro ou do elevado nível de formação estelar.  Fotografia: NASA…

Descoberta em 1784 pelo astrônomo William Herschel, NGC 4394 é uma galáxia espiral barrada situada a 55 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Coma Berenices. Seus braços espirais luminosos emergem das extremidades de uma barra que corta o centro da galáxia. São recheados com estrelas jovens azuis e filamentos escuros de poeira cósmica. No centro há uma região de gás ionizado que pode ser o resultado de um buraco negro ou do elevado nível de formação estelar. Fotografia: NASA…

M64, apelidada de galáxia do 'Olho Negro' ou 'Olho Mau'

M64, apelidada de galáxia do 'Olho Negro' ou 'Olho Mau'

NGC 2841 - Galáxia Espiral

NGC 2841 - Galáxia Espiral

A Nebulosa do Véu é uma enorme remanescente de supernova observada pela primeira vez em 1784. A luz da explosão da supernova original provavelmente atingiu a Terra mais de 5.000 anos atrás. Possui mais de 90 anos-luz de diâmetro.

8 estonteantes GIFs espaciais

A Nebulosa do Véu é uma enorme remanescente de supernova observada pela primeira vez em 1784. A luz da explosão da supernova original provavelmente atingiu a Terra mais de 5.000 anos atrás. Possui mais de 90 anos-luz de diâmetro.

We Are Not Alone, Carina Nebula Blue Green

We Are Not Alone, Carina Nebula Blue Green

Fractais,Nebulosa De Carina,Mists,O Universo,Espaço Sideral,Astronomia,Produtos,Fotografia,Espaços

Pinterest
Pesquisar