Camilo Pessanha (1867 — 1926) foi um poeta português.  É considerado o expoente máximo do simbolismo em língua portuguesa, além de antecipador do princípio modernista da fragmentação.

Camilo Pessanha (1867 — 1926) foi um poeta português. É considerado o expoente máximo do simbolismo em língua portuguesa, além de antecipador do princípio modernista da fragmentação.

Camilo Pessanha - Estátua

Camilo Pessanha - Estátua

Homenagem ao grande poeta ...Camilo Pessanha.wmv

Homenagem ao grande poeta ...Camilo Pessanha.wmv

Camilo Pessanha Água morrente, simbolismo

Camilo Pessanha Água morrente, simbolismo

Camilo Pessanha :: Quem poluiu, quem rasgou os meus lençóis de linho / D...

Camilo Pessanha :: Quem poluiu, quem rasgou os meus lençóis de linho / D...

sumi-e .............  se andava no jardim que cheiro de jasmim tão branca do luar -> Camilo Pessanha

sumi-e ............. se andava no jardim que cheiro de jasmim tão branca do luar -> Camilo Pessanha

Clepsydra , Camilo Pessanha. Camilo Pessanha, este “grande ritmista” (como foi apelidado por Mário de Sá-Carneiro) escreveu um dos mais belos livros de poesia portuguesa de sempre e foi elogiado por grandes nomes da literatura

Clepsydra , Camilo Pessanha. Camilo Pessanha, este “grande ritmista” (como foi apelidado por Mário de Sá-Carneiro) escreveu um dos mais belos livros de poesia portuguesa de sempre e foi elogiado por grandes nomes da literatura

AO LONGE OS BARCOS DE FLORES - Camilo Pessanha, Poema do Dia 32.wmv

AO LONGE OS BARCOS DE FLORES - Camilo Pessanha, Poema do Dia 32.wmv

Camilo Pessanha - 1867/09/07 - 1926/03/01 - Portugal/Simbolismo

Camilo Pessanha - 1867/09/07 - 1926/03/01 - Portugal/Simbolismo

Camilo Pessanha - Estátua

Camilo Pessanha - Estátua

Pinterest
Pesquisar