Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Caudilho

Che, o introspectivo. Fidel, o expansivo. Che, o internacionalista. Fidel, o líder cubano. Che, o jovem idealista de cabelos longos que se sacrifica pelos oprimidos. Fidel, o caudilho de barbas grisalhas que após 50 anos ainda controla a ilha de Cuba pelas mãos do irmão...

de UOL Notícias

Morte de Hugo Chávez: manchetes pelo mundo

O jornal espanhol "El País" destaca a notícia da morte do presidente venezuelano, Hugo Chávez, 58, nesta terça-feira, vítima de um câncer na região pélvica, com o qual convivia há cerca de um ano e meio. A publicação lembra do líder venezuelano como "o caudilho bolivariano

Para onde vamos?... "O ponto de ruptura ocorreu em 2002. A falta de compreensão da importância da eleição — deu até a impressão que o presidente desejava o triunfo do opositor — levou à vitória de Lula e do espírito caudilhista. Desde então a sua presença ofuscou, inclusive, lideranças do seu partido. O país passou a girar em torno dele, um caudilho de velho tipo, mesmo em plena vigência — suprema contradição! — da mais democrática e aperfeiçoada das constituições brasileiras.".

2
de UOL Notícias

Morte de Hugo Chávez: manchetes pelo mundo

O jornal italiano "La Stampa" destaca a morte do presidente venezuelano, Hugo Chávez, nesta terça-feira, chamando- "de último caudilho". O presidente foi vítima de um câncer na região pélvica, com o qual convivia há cerca de um ano e meio, aos 58 anos

O VELÓRIO DO CAUDILHO - A integração latino-americana no funeral de Hugo Chávez

1
1
de Foursquare

Glorinha

Caudilho veio

Chave de hospício – Lula continua fugindo da impressa, mas diz que essa não lhe dá espaço. Por causa da fuga que dura mais de três meses, o ex-metalúrgico agora se manifesta apenas por meio de notas, artigos e discursos direcionados. Na tentativa de defender Hugo Chávez, cuja morte foi anunciada oficialmente na terça-feira (5), Lula escreveu, em artigo publicado no jornal “The New York Times”, que a história apontará o papel do caudilho bolivariano na integração da América Latina, durante…

Sem fim – A novela sobre o caudilho bolivariano Hugo Chávez continua recebendo capítulos extras, dependendo da necessidade do núcleo duro do Palácio Miraflores, sede do Executivo venezuelano. Enquanto informações dão conta que o quadro de saúde de Chávez é grave e teria piorado sobremaneira, o vice-presidente Nicolás Maduro surge a cada instante com uma notícia nova e positiva, que não coaduna com a realidade.

Enredo sem fim – As notícias sobre Hugo Chávez são tão contraditórias, que o plano do Palácio Miraflores, sede do Executivo venezuelano, para camuflar a verdade pode ruir a qualquer momento. Há dias, o vice-presidente e presidente interino Nicolás Maduro disse que o caudilho está lúcido e dando ordens a partir de Havana, onde passou por delicada e arriscada cirurgia para tentar conter a metástase de um sarcoma, que atingiu a medula óssea e obrigou os médicos à retirada da próstata e de parte

Juízo zero – A grande sandice sobre Hugo Chávez, depois do desconexo e mentiroso artigo assinado por Lula e publicado no “The New York Times”, ficou por conta do ministro da Defesa da Venezuela, almirante Diego Molero, que diante das câmeras e microfones exaltou o caudilho, mas nos bastidores pode se rebelar a qualquer momento, pois a partir de agora receberá ordens de um civil. Molero só continuará amestrado se o próximo presidente não bulir o seu quinhão.