CECÍLIA MEIRELES | Considerada uma das principais poetas do século 20 no Brasil, Cecília Meireles publicou 50 obras, incluindo contos, crônicas, poesias, romances e literatura infantil. Cecília nasceu no Rio de Janeiro, em 1901, em uma família grande, mas logo conheceu a solidão: o pai morreu antes do seu nascimento; a mãe, morreu quando a menina tinha 3 anos; os três irmãos morreram também na infância de Cecília. Órfã, foi morar na chácara da avó, onde começou a ler e escrever.

As (outras) mulheres brasileiras sobre quem deveríamos aprender na escola

CECÍLIA MEIRELES | Considerada uma das principais poetas do século 20 no Brasil, Cecília Meireles publicou 50 obras, incluindo contos, crônicas, poesias, romances e literatura infantil. Cecília nasceu no Rio de Janeiro, em 1901, em uma família grande, mas logo conheceu a solidão: o pai morreu antes do seu nascimento; a mãe, morreu quando a menina tinha 3 anos; os três irmãos morreram também na infância de Cecília. Órfã, foi morar na chácara da avó, onde começou a ler e escrever.

"Não vou deixar a porta entre aberta. Vou escancará-la ou fechá-la de vez. Porque pelos vãos, brechas e fendas... passam semiventos, meias verdades e muita insensatez." —Cecília Meireles

"Não vou deixar a porta entre aberta. Vou escancará-la ou fechá-la de vez. Porque pelos vãos, brechas e fendas... passam semiventos, meias verdades e muita insensatez." —Cecília Meireles

Cecília Meireles | Autores | Literatura | Educação

Cecília Meireles | Autores | Literatura | Educação

REGBIT1: Cecília Meireles, o Mito

REGBIT1: Cecília Meireles, o Mito

Unidade Itaquera recebe releitura de obras de Cecília Meireles, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Ana Maria Machado. Confira.

Contos de Natal de grandes nomes da literatura ganham vida no Sesc

Unidade Itaquera recebe releitura de obras de Cecília Meireles, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Ana Maria Machado. Confira.

Blog da Márcia Vieira Yellow: HOJE É DIA DE....

Blog da Márcia Vieira Yellow: HOJE É DIA DE....

Cecília Meireles, poemas.

Cecília Meireles, poemas.

"No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta. E no planeta um jardim e no jardim um canteiro no canteiro uma violeta e sobre ela o dia inteiro entre o planeta e o sem-fim a asa de uma borboleta."  Cecília Meireles

"No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta. E no planeta um jardim e no jardim um canteiro no canteiro uma violeta e sobre ela o dia inteiro entre o planeta e o sem-fim a asa de uma borboleta." Cecília Meireles

62 livros da Coleção Educadores para download gratuito  MEC disponibiliza Coleção Educadores com mais de 60 títulos para baixar de graça.  São dezenas de obras completas sobre grandes pensadores e educadores colocados a disposição pelo site Domínio Público para o deleite de estudiosos em geral.  A Coleção Educadores começou a ser organizada pelo MEC em 2006. Cada volume traz um ensaio sobre o autor a trajetória de sua produção intelectual na área uma seleção de textos  corresponde a 30% do…

62 livros da Coleção Educadores para download gratuito MEC disponibiliza Coleção Educadores com mais de 60 títulos para baixar de graça. São dezenas de obras completas sobre grandes pensadores e educadores colocados a disposição pelo site Domínio Público para o deleite de estudiosos em geral. A Coleção Educadores começou a ser organizada pelo MEC em 2006. Cada volume traz um ensaio sobre o autor a trajetória de sua produção intelectual na área uma seleção de textos corresponde a 30% do…

«Global Editora lança Ou isto ou aquilo, de Cecília Meireles  por Fernanda Faustino | 10/10/2012  Dando continuidade à publicação das obras de Cecília Meireles, a Global Editora lança agora Ou isto ou aquilo, cuja primeira edição é de 1964. A publicação recebeu posição de destaque na literatura infantil brasileira, por ter imprimido sua marca na memória afetiva de várias gerações de leitores....»

«Global Editora lança Ou isto ou aquilo, de Cecília Meireles por Fernanda Faustino | 10/10/2012 Dando continuidade à publicação das obras de Cecília Meireles, a Global Editora lança agora Ou isto ou aquilo, cuja primeira edição é de 1964. A publicação recebeu posição de destaque na literatura infantil brasileira, por ter imprimido sua marca na memória afetiva de várias gerações de leitores....»

Pinterest
Pesquisar