Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
de OBVIOUS

processos de institucionalização e a mortificação do eu

"O corpo morre quando não é mais capaz de aguentar a mortificação a que é submetido, fruto de práticas fascistas, práticas autoritárias e totalitárias de vigilância e disciplina. O corpo disciplinado em instituições controladoras morre quando perde a capacidade de ser afetado pelos acontecimentos do mundo, quando se torna blindado."

1

Qual a diferença entre amor romântico e amor genuíno (que passamos a vida inteira sem nos dar conta)? | PapodeHomem

Cotidiano,Lol Engraçado,Citações Engraçadas,Merda Engraçada,Coisas Engraçadas,Hahahahaha,Ri Muito,Quando Sair,Morrendo De

405f9cb0e86a399ec95c4fb785c138a3.jpg 490×492 pixels

En ocasiones, acepto que me protegas pero eso no significa que puedas controlarme. Aprende a identificar a los controladores de tu felicidad y ¡sé libre!

3

Madres tóxicas, un amor que agobia ~ Rincón de la Psicología

[4/10] - #PESSOAS #CONTROLADORAS - são pessoas que sabem sempre tudo e acham que... http://ihaveadream.com.pt/e/blog-pessoas-controladoras #pessoascontroladoras #imaturas #egoistas #pessoasaevitar #miguelduarte #ihaveadream #internetmarketer

Existen un sinfín de ejemplos para relaciones controladoras, restrictivas y abusivas. Es bueno recordar que una relación saludable siempre nos entrega libertad y vida a nuestra existencia. Es fundamental hacer esta aclaración, y saber que es a lo que NUNCA debemos renunciar en una relación.  De eso se trata este …

2
2