Pregopontocom @ Tudo: Ferrovia Norte-Sul: Empreiteira prevê trilhos para...  Ferrovias  Construção da ponte sobre o Rio Grande avança e viaduto na Euclides da Cunha (foto) já tem fundações - As obras de terraplenagem avançam em meio aos canaviais que dominam o cenário regional, cortando os territórios dos municípios de Ouroeste, Guarani d´Oeste, Populina e Fernandópolis

Pregopontocom @ Tudo: Ferrovia Norte-Sul: Empreiteira prevê trilhos para... Ferrovias Construção da ponte sobre o Rio Grande avança e viaduto na Euclides da Cunha (foto) já tem fundações - As obras de terraplenagem avançam em meio aos canaviais que dominam o cenário regional, cortando os territórios dos municípios de Ouroeste, Guarani d´Oeste, Populina e Fernandópolis

RN POLITICA EM DIA: VEJA OS ÍNDICES DA 1ª PESQUISA REGISTRADA PARA O G...

RN POLITICA EM DIA: VEJA OS ÍNDICES DA 1ª PESQUISA REGISTRADA PARA O G...

| 31.07.2017 | Ele é suspeito de solicitar R$ 3 milhões em propina para executivos da Odebrecht, em fev.2015, a fim de proteger a empreiteira em contratos da Petrobras. O MPF pediu a conversão da prisão em preventiva –sem data para acabar– com base em documentos apreendidos na casa de Bendine. Entre eles, anotações de próprio punho, em folhas timbradas do BB, de obras e projetos da Odebrecht, com percentuais ao lado (entre 0,5% e 2%).

Moro determina prisão preventiva de Aldemir Bendine

| 31.07.2017 | Ele é suspeito de solicitar R$ 3 milhões em propina para executivos da Odebrecht, em fev.2015, a fim de proteger a empreiteira em contratos da Petrobras. O MPF pediu a conversão da prisão em preventiva –sem data para acabar– com base em documentos apreendidos na casa de Bendine. Entre eles, anotações de próprio punho, em folhas timbradas do BB, de obras e projetos da Odebrecht, com percentuais ao lado (entre 0,5% e 2%).

Ex-executivo da empreiteira detalhou em depoimento obras de grande porte no Rio de Janeiro que tiveram recursos "alocados" para os dois políticos.

Obras da Odebrecht no Rio pagaram R$ 120 milhões a Cabral e Pezão, diz delator

Ex-executivo da empreiteira detalhou em depoimento obras de grande porte no Rio de Janeiro que tiveram recursos "alocados" para os dois políticos.

Dez obras geraram R$ 458 milhões em propinas, segundo delatores - Brasil - BOL Notícias

Dez obras geraram R$ 458 milhões em propinas, segundo delatores

Dez obras geraram R$ 458 milhões em propinas, segundo delatores - Brasil - BOL Notícias

O ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar disse, em depoimento a procuradores da força-tarefa da Lava Jato, que a empreiteira baiana fez em um mês as obras de reforma na casa e no lago do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), frequentado pela família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Obra em sítio de Atibaia durou um mês, segundo delator da Odebrecht

O ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar disse, em depoimento a procuradores da força-tarefa da Lava Jato, que a empreiteira baiana fez em um mês as obras de reforma na casa e no lago do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), frequentado pela família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os pagamentos a Lula na agenda da Odebrecht  Brasil 04.08.17 11:35 A agenda de Emilio Odebrecht, anexada pelo juiz Sergio Moro ao processo contra Lula, mostra que a empreiteira contratou-o para uma palestra antes mesmo que ele terminasse seu mandato. As obras do sítio e os repasses para o Instituto Lula, negociados naquela mesma reunião, provam que o empreiteiro foi ao Palácio do Planalto apenas para oferecer uma rica aposentadoria ao Amigo.

Os pagamentos a Lula na agenda da Odebrecht Brasil 04.08.17 11:35 A agenda de Emilio Odebrecht, anexada pelo juiz Sergio Moro ao processo contra Lula, mostra que a empreiteira contratou-o para uma palestra antes mesmo que ele terminasse seu mandato. As obras do sítio e os repasses para o Instituto Lula, negociados naquela mesma reunião, provam que o empreiteiro foi ao Palácio do Planalto apenas para oferecer uma rica aposentadoria ao Amigo.

E Viva a Farofa!: A mão direita do PT. " O dono de uma grande empreiteira reconheceu ter pago US$ 120 milhões de propina para obtenção de um contrato de US$ 3,4 bilhões, para construção de cascos de plataformas em estaleiro gaúcho...".

E Viva a Farofa!: A mão direita do PT. " O dono de uma grande empreiteira reconheceu ter pago US$ 120 milhões de propina para obtenção de um contrato de US$ 3,4 bilhões, para construção de cascos de plataformas em estaleiro gaúcho...".

Pregopontocom @ Tudo: TCU fiscaliza obras da Ferrovia de Integração Oest...  Ferrovias  O TCU considerou que a empreiteira cumpriu as determinações, realizou os estudos sobre as alterações de traçado, informou o novo custo e apresentou manifestação quanto aos aspectos jurídico, técnico e econômico relacionados à continuidade ou não dos contratos correspondentes.

Pregopontocom @ Tudo: TCU fiscaliza obras da Ferrovia de Integração Oest... Ferrovias O TCU considerou que a empreiteira cumpriu as determinações, realizou os estudos sobre as alterações de traçado, informou o novo custo e apresentou manifestação quanto aos aspectos jurídico, técnico e econômico relacionados à continuidade ou não dos contratos correspondentes.

Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, com obras da Petrobras tocadas pela Andrade Gutierrez

Andrade Gutierrez faz acordo e confessa propina em obras - 13/08/2017 - Poder - Fotografia - Folha de S.Paulo

Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, com obras da Petrobras tocadas pela Andrade Gutierrez

Documentos divulgados pelo site Wikileaks comprovam que a diplomacia dos EUA monitorou os negócios da empreiteira brasileira Odebrecht no exterior e apontou para suspeitas de corrupção em obras esp…

Documentos divulgados pelo site Wikileaks comprovam que a diplomacia dos EUA monitorou os negócios da empreiteira brasileira Odebrecht no exterior e apontou para suspeitas de corrupção em obras esp…

Quebra contratual pode atrasar obras de casas populares em Guarantã | Empreiteira não estaria cumprindo com todas as exigências. Ministério do Trabalho vai apurar as condições do local. http://mmanchete.blogspot.com.br/2013/02/quebra-contratual-pode-atrasar-obras-de.html#.US-WHzBQGSo

Quebra contratual pode atrasar obras de casas populares em Guarantã | Empreiteira não estaria cumprindo com todas as exigências. Ministério do Trabalho vai apurar as condições do local. http://mmanchete.blogspot.com.br/2013/02/quebra-contratual-pode-atrasar-obras-de.html#.US-WHzBQGSo

Empreiteira,Planejamento,Ponto De Vista,The O'jays,Arábia Saudita,Imóveis,Organização,Notícia,Mudança

O pagamento de propina no entorno das obras das hidrelétricas da Amazônia também incluía o repasse para policiais que atuavam no entorno do empreendimento. Segundo o delator Henrique Serrano de Prado Valadares, que dirigia a área de energia da Odebrecht, as planilhas que eram administradas pelo departamento de propinas da empreiteira incluíam a alcunha de “tropa de elite”, uma referência ao filme dirigido por José Padilha.  (Henrique Valadares. Foto: Reprodução)

Polícia de Rondônia era ‘tropa de elite’ nas planilhas da Odebrecht, afirma delator

O pagamento de propina no entorno das obras das hidrelétricas da Amazônia também incluía o repasse para policiais que atuavam no entorno do empreendimento. Segundo o delator Henrique Serrano de Prado Valadares, que dirigia a área de energia da Odebrecht, as planilhas que eram administradas pelo departamento de propinas da empreiteira incluíam a alcunha de “tropa de elite”, uma referência ao filme dirigido por José Padilha. (Henrique Valadares. Foto: Reprodução)

ANDRADE GUTIERREZ SUBORNOU O TRIBUNAL DE CONTAS DE SÃO PAULO    Brasil 12.03.17 07:18  Segundo a Folha, um executivo e um ex-diretor da Andrade Gutierrez estão dispostos a contar como a empreiteira subornava o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, como parte do acordo de delação premiada que negociam com a Lava Jato.    A propina servia para que o Tribunal ignorasse as irregularidades em licitações de obras, sobretudo as do Metrô.

ANDRADE GUTIERREZ SUBORNOU O TRIBUNAL DE CONTAS DE SÃO PAULO Brasil 12.03.17 07:18 Segundo a Folha, um executivo e um ex-diretor da Andrade Gutierrez estão dispostos a contar como a empreiteira subornava o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, como parte do acordo de delação premiada que negociam com a Lava Jato. A propina servia para que o Tribunal ignorasse as irregularidades em licitações de obras, sobretudo as do Metrô.

Ao menos dez obras da empreiteira no Estado e na capital que haviam aparecido na Operação Castelo de Areia devem ser citadas em ‘recall’ de acordo

Nova delação da Camargo deve levar Lava Jato a SP

Ao menos dez obras da empreiteira no Estado e na capital que haviam aparecido na Operação Castelo de Areia devem ser citadas em ‘recall’ de acordo

Pinterest
Pesquisar