Linha do tempo sobre a escravidão no Brasil #13demaio

Linha do tempo sobre a escravidão no Brasil #13demaio

Escrava brasileira serve de "cavalinho" para criança branca. Esta fotografia, datada do final do século XIX, tem uma carga simbólica imensa e pode ser relacionada com inúmeros eventos violentos ocorridos no Brasil durante os séculos posteriores.

Escrava brasileira serve de "cavalinho" para criança branca. Esta fotografia, datada do final do século XIX, tem uma carga simbólica imensa e pode ser relacionada com inúmeros eventos violentos ocorridos no Brasil durante os séculos posteriores.

Eis o registro de um momento histórico. O momento do anúncio, em maio de 1888, no Paço Imperial, do fim da escravidão no Brasil.

PRAÇA XV

Eis o registro de um momento histórico. O momento do anúncio, em maio de 1888, no Paço Imperial, do fim da escravidão no Brasil.

10 raras fotografias de escravos brasileiros feitas 150 anos atrás | História Ilustrada - Quitandeiras em rua do Rio de Janeiro, 1875 (Marc Ferrez/Acervo Instituto Moreira Salles).

10 raras fotografias de escravos brasileiros feitas 150 anos atrás | História Ilustrada - Quitandeiras em rua do Rio de Janeiro, 1875 (Marc Ferrez/Acervo Instituto Moreira Salles).

"Love, an emotion so strong that you would give up everything, to just feel it once, to know that you are part of something special. To know that you can feel what love really is, to know, to feel, to love."

"Love, an emotion so strong that you would give up everything, to just feel it once, to know that you are part of something special. To know that you can feel what love really is, to know, to feel, to love."

Ex-escravos ocupando o Morro da Providência, Rio de Janeiro

Ex-escravos ocupando o Morro da Providência, Rio de Janeiro

Negra com uma criança branca nas costas, Bahia, 1870.  Fotografia: Acervo Instituto Moreira Salles.

Negra com uma criança branca nas costas, Bahia, 1870. Fotografia: Acervo Instituto Moreira Salles.

Cesteiro no Rio 1875 -  - Com a expansão das cidades, os escravos urbanos multiplicado em comércios especializados, tais como pedreiros, vendedores de frango, barbeiros e rendeiras. Eles vagavam de um lado para outro, carregando caixas, barris, móveis e, claro, as pessoas brancas.

Cesteiro no Rio 1875 - - Com a expansão das cidades, os escravos urbanos multiplicado em comércios especializados, tais como pedreiros, vendedores de frango, barbeiros e rendeiras. Eles vagavam de um lado para outro, carregando caixas, barris, móveis e, claro, as pessoas brancas.

Vendedor de pão doce. Rio de Janeiro, 1895. Foto de Marc Ferrez.                                                                                                                                                                                 Mais

Vendedor de pão doce. Rio de Janeiro, 1895. Foto de Marc Ferrez. Mais

10 fotografias raras e reais de escravos brasileiros há 150 anos

10 fotografias raras e reais de escravos brasileiros há 150 anos

Foto da Fazenda Quititi, no Rio de Janeiro, Brasil, Observe o impressionante contraste entre a criança branca com seu brinquedo e os pequenos escravos descalços aos farrapos. Fotografia: Georges Leuzinger/Acervo Instituto Moreira Salles.

Escrava Anastácia, or Anastácia the slave, was an 18th century Brazilian slave. She suffered a brutal existence because she refused to give in to the sexual desires of her master. Much of her life is the subject of folklore and is sometimes depicted with blue eyes. A woman of great beauty, she was muzzled with a mask and often suffered in silence. Today, throughout Brazil, many women wear the mask in public displays in honor of Anastácia as a sysmbol of resistance.

Escrava Anastácia, or Anastácia the slave, was an 18th century Brazilian slave. She suffered a brutal existence because she refused to give in to the sexual desires of her master. Much of her life is the subject of folklore and is sometimes depicted with blue eyes. A woman of great beauty, she was muzzled with a mask and often suffered in silence. Today, throughout Brazil, many women wear the mask in public displays in honor of Anastácia as a sysmbol of resistance.

Missa Campal Celebrada em ação de graças pela Abolição da Escravatura no Brasil

Missa Campal Celebrada em ação de graças pela Abolição da Escravatura no Brasil

Assuntos: COLEÇÃO DOM JOÃO DE ORLEANS E BRAGANÇA Localidade:   Rio de Janeiro Campo de São Cristóvão RJ Brasil Missa campal

Assuntos: COLEÇÃO DOM JOÃO DE ORLEANS E BRAGANÇA Localidade: Rio de Janeiro Campo de São Cristóvão RJ Brasil Missa campal

Texto em O Grito do Povo defendendo a abolição da escravatura Rio de Janeiro, 6 de agosto de 1887.

Texto em O Grito do Povo defendendo a abolição da escravatura Rio de Janeiro, 6 de agosto de 1887.

Pinterest
Pesquisar