Mulheres do 3ª Batalhão de Choque do Exército Soviético (04 de maio de 1945).

Mulheres do 3ª Batalhão de Choque do Exército Soviético (04 de maio de 1945).

Sniper soviético em stalingrado - 1942, pin by Paolo Marzioli

Sniper soviético em stalingrado - 1942, pin by Paolo Marzioli

Gloria a nuestras mujeres combatientes (las enfermeras en el ejercito soviético llevaban fusil y a menudo tenían que utilizarlo).

Gloria a nuestras mujeres combatientes (las enfermeras en el ejercito soviético llevaban fusil y a menudo tenían que utilizarlo).

1. Tô bege! Não é que tenha sido uma temporada discreta e homogênea, muito pelo contrário: houve ecletismo e propostas quase opostas, do decorativismo colorido da Gucci ao streetwear cru "pós-soviético" de Gosha Rubchinskiy, passando pela desconstrução classuda e assimétrica de Raf Simons para o Verão 2017. O respiro de calmaria visual ficou por conta dos looks monocromáticos, com destaque para as variações de bege, às vezes meio acinzentado, outras mais caramelado. Balenciaga, Versace…

1. Tô bege! Não é que tenha sido uma temporada discreta e homogênea, muito pelo contrário: houve ecletismo e propostas quase opostas, do decorativismo colorido da Gucci ao streetwear cru "pós-soviético" de Gosha Rubchinskiy, passando pela desconstrução classuda e assimétrica de Raf Simons para o Verão 2017. O respiro de calmaria visual ficou por conta dos looks monocromáticos, com destaque para as variações de bege, às vezes meio acinzentado, outras mais caramelado. Balenciaga, Versace…

Na primavera de 1945, em Berlim, o fotógrafo Evguêni Khaldei tirou uma foto famosa: tendo como pano de fundo o portão de Brandenburgo, uma garota controladora de tráfego comanda a passagem das  tropas soviéticas.A fotografia tornou-se uma espécie de símbolo da vitória do exército soviético sobre o fascismo. Ela foi publicada repetidas vezes por jornais e revistas em todo o mundo.Na foto: Maria Chalneva orienta o movimento do equipamento militar soviético perto do Reichstag, em Berlim

Na primavera de 1945, em Berlim, o fotógrafo Evguêni Khaldei tirou uma foto famosa: tendo como pano de fundo o portão de Brandenburgo, uma garota controladora de tráfego comanda a passagem das tropas soviéticas.A fotografia tornou-se uma espécie de símbolo da vitória do exército soviético sobre o fascismo. Ela foi publicada repetidas vezes por jornais e revistas em todo o mundo.Na foto: Maria Chalneva orienta o movimento do equipamento militar soviético perto do Reichstag, em Berlim

Instrutor do exército soviético ensina partisans a usarem granadas. Foto tirada na União Soviética, durante a Guerra.

Instrutor do exército soviético ensina partisans a usarem granadas. Foto tirada na União Soviética, durante a Guerra.

Cada 23 de fevereiro de Transnistria comemora o Dia do Exército soviético com festas e competições a decorrer em Tiraspol, capital da república.  O exército russo tem estado presente na Transnístria desde a guerra pela independência, uma presença com que a Ucrânia tomou problema com recentemente.

Step inside the tiny former Soviet country that doesn't technically exist

Cada 23 de fevereiro de Transnistria comemora o Dia do Exército soviético com festas e competições a decorrer em Tiraspol, capital da república. O exército russo tem estado presente na Transnístria desde a guerra pela independência, uma presença com que a Ucrânia tomou problema com recentemente.

P. Krivonogov.Rendição.

Pinturas Soviéticas da Segunda Guerra – Final

P. Krivonogov.Rendição.

carros secretos do Exército Soviético

carros secretos do Exército Soviético

Soldados russos em frente ao Reichstag, o Parlamento alemão, durante a Batalha de Berlim, fundamental para encerrar a Segunda Guerra Mundial, há cerca de 70 anos. Os soviéticos tiveram de 20 mil a 25 mil mortos na cidade e 81 mil mortos durante a operação inteira. O jornalista da Reuters Fabrizio Bensch desenterrou imagens do fotógrafo do Exército Vermelho Georgiy Samsonov, mostrando seu retrato de uma cidade cercada

Os 70 anos da tomada de Berlim pelo Exército soviético

Soldados russos em frente ao Reichstag, o Parlamento alemão, durante a Batalha de Berlim, fundamental para encerrar a Segunda Guerra Mundial, há cerca de 70 anos. Os soviéticos tiveram de 20 mil a 25 mil mortos na cidade e 81 mil mortos durante a operação inteira. O jornalista da Reuters Fabrizio Bensch desenterrou imagens do fotógrafo do Exército Vermelho Georgiy Samsonov, mostrando seu retrato de uma cidade cercada

Pinterest
Pesquisar