Foto de 1.930. A Padaria no final do século 19 e início do século 20 ficava em uma localização estratégica: Avenida Gabriela Mistral em homenagem a esta poeta chilena, e o trecho guarulhense tornou-se Avenida Guarulhos. Na época, esta estrada era o eixo de ligação entre a cidade de São Paulo e o sul de Minas Gerais.  Em sua visita até Guarulhos no final do seu reinado, o Imperador D. Pedro II seguiu por esta via. Quem sabe ele não tenha parado nesta padaria para tomar um café ? Fica a lenda!

Foto de 1.930. A Padaria no final do século 19 e início do século 20 ficava em uma localização estratégica: Avenida Gabriela Mistral em homenagem a esta poeta chilena, e o trecho guarulhense tornou-se Avenida Guarulhos. Na época, esta estrada era o eixo de ligação entre a cidade de São Paulo e o sul de Minas Gerais. Em sua visita até Guarulhos no final do seu reinado, o Imperador D. Pedro II seguiu por esta via. Quem sabe ele não tenha parado nesta padaria para tomar um café ? Fica a lenda!

Faria Lima - Pinheiros - 28/06/2016 - Saopaulo - Fotografia - Folha de S.Paulo

Faria Lima - Pinheiros - 28/06/2016 - Saopaulo - Fotografia - Folha de S.Paulo

Trata-se de uma minuciosa pesquisa nas publicações do final do século 19 e começo do século 20, em São Paulo, sobretudo no que se convenciona chamar pequena imprensa. São jornais, revistas, almanaques muito em voga naquela época, memórias. A autora preocupa-se em mostrar essa imprensa na sua capacidade de construir espaços públicos e participar, ativa e vigorosamente, das múltiplas disputas sociais.

Trata-se de uma minuciosa pesquisa nas publicações do final do século 19 e começo do século 20, em São Paulo, sobretudo no que se convenciona chamar pequena imprensa. São jornais, revistas, almanaques muito em voga naquela época, memórias. A autora preocupa-se em mostrar essa imprensa na sua capacidade de construir espaços públicos e participar, ativa e vigorosamente, das múltiplas disputas sociais.

AV. PAULISTA 1890 A avenida foi criada no final do século XIX a partir do desejo da elite paulistas em expandir na cidade novas áre...

AV. PAULISTA 1890 A avenida foi criada no final do século XIX a partir do desejo da elite paulistas em expandir na cidade novas áre...

Imagem do Parque Dom Pedro II, década de 1920. Fotografia tirada do Palácio das Indústrias. No plano intermediário direito, o antigo Mercado dos Caipiras, que ficava no final da Rua General Carneiro. No meio do Parque, o coreto da Ilha dos Amores - Acervo do Museu da Imigração

Imagem do Parque Dom Pedro II, década de 1920. Fotografia tirada do Palácio das Indústrias. No plano intermediário direito, o antigo Mercado dos Caipiras, que ficava no final da Rua General Carneiro. No meio do Parque, o coreto da Ilha dos Amores - Acervo do Museu da Imigração

Já se vendeu e consumiu maconha legalmente em São Paulo, e no Brasil, entre o século 19 e o final do século 20. Veja como eram os anúncios e os motivos para venda e consumo.

Já se vendeu e consumiu maconha legalmente em São Paulo, e no Brasil, entre o século 19 e o final do século 20. Veja como eram os anúncios e os motivos para venda e consumo.

Como se mover num mundo em que se tornou impossível não enxergar o mal que se pratica Lembro uma cena do primeiro filme da trilogia Matrix, ícone do final do século 20. Os membros da resistência eram aqueles que, em … Continuar lendo →

Como se mover num mundo em que se tornou impossível não enxergar o mal que se pratica Lembro uma cena do primeiro filme da trilogia Matrix, ícone do final do século 20. Os membros da resistência eram aqueles que, em … Continuar lendo →

1880 - Dom Pedro II e sua comitiva atravessam a Ponte Grande, sobre o rio Tiête, em 1880. Muito cedo o pequeno povoado do planalto de Piratininga ultrapassou a barreira natural representada pelo então Rio Anhembi, hoje Tietê, construindo a ponte. A Ponte Grande acompanhou o crescimento da cidade para lá do bairro da Luz e, no final do séc. 19, era em ferro fundido sobre pilares de pedra. A antiga ponte seria demolida quando o Rio Tietê foi retificado. Foto de Militão Augusto de Azevedo.

1880 - Dom Pedro II e sua comitiva atravessam a Ponte Grande, sobre o rio Tiête, em 1880. Muito cedo o pequeno povoado do planalto de Piratininga ultrapassou a barreira natural representada pelo então Rio Anhembi, hoje Tietê, construindo a ponte. A Ponte Grande acompanhou o crescimento da cidade para lá do bairro da Luz e, no final do séc. 19, era em ferro fundido sobre pilares de pedra. A antiga ponte seria demolida quando o Rio Tietê foi retificado. Foto de Militão Augusto de Azevedo.

Construído pelo Sauerbruch Hutton na Munich, Germany O Museu Brandhorst abriga uma substancial coleção privada de arte contemporânea do final do século 20, a maioria send...

Construído pelo Sauerbruch Hutton na Munich, Germany O Museu Brandhorst abriga uma substancial coleção privada de arte contemporânea do final do século 20, a maioria send...

A coleção inclui exemplares que datam entre os séculos 18 e 20, incluindo roupas tradicionais dos moradores da porção europeia do país. / Traje feminino. Distrito de Baltasi, Tatarstão. Final do século 19, início do século 20.

A coleção inclui exemplares que datam entre os séculos 18 e 20, incluindo roupas tradicionais dos moradores da porção europeia do país. / Traje feminino. Distrito de Baltasi, Tatarstão. Final do século 19, início do século 20.

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Pesquisar