Pool party! Nossos canudos de flamingos lembram festa na piscina, boias gigantes, guerra de água, drinks, bikinis e verão o ano inteiro.

Pool party! Nossos canudos de flamingos lembram festa na piscina, boias gigantes, guerra de água, drinks, bikinis e verão o ano inteiro.

JORNAL VIRTUAL: A GUERRA DE CANUDOS brazilian troops

JORNAL VIRTUAL: A GUERRA DE CANUDOS brazilian troops

Mulheres e crianças canudenses prisioneiras, este foi um dos poucos grupos de prisioneiros (apenas algumas centenas de uma população de mais de 5 mil habitações) que não foi morto pelo exército, 1897 (Flávio de Barros/Acervo Museu da República).

Mulheres e crianças canudenses prisioneiras, este foi um dos poucos grupos de prisioneiros (apenas algumas centenas de uma população de mais de 5 mil habitações) que não foi morto pelo exército, 1897 (Flávio de Barros/Acervo Museu da República).

Jornal do Brasil noticia a guerra em Canudos   gaúchos na guerra de canudos   gaúchos na guerra de canudos   gaúchos na guerra de canudos  ...

Jornal do Brasil noticia a guerra em Canudos gaúchos na guerra de canudos gaúchos na guerra de canudos gaúchos na guerra de canudos ...

Imagens Históricas: Guerra de Canudos

Imagens Históricas: Guerra de Canudos

#wattpad #fanfic Essa história é adaptada para um livro após uma sessão de RPG, em qual eu sou mestre, a maioria das…

#wattpad #fanfic Essa história é adaptada para um livro após uma sessão de RPG, em qual eu sou mestre, a maioria das…

Os Sertões é um livro brasileiro, escrito por Euclides da Cunha e publicado em 1902. Trata da Guerra de Canudos (1896-1897), no interior da Bahia. Pertence, ao mesmo tempo, à prosa científica e à prosa artística. Pode ser entendido como um obra de Sociologia, Geografia, História ou crítica humana. Mas não é errado lê-lo como uma epopeia da vida sertaneja em sua luta diária contra a paisagem e a incompreensão das elites governamentais.

Os Sertões é um livro brasileiro, escrito por Euclides da Cunha e publicado em 1902. Trata da Guerra de Canudos (1896-1897), no interior da Bahia. Pertence, ao mesmo tempo, à prosa científica e à prosa artística. Pode ser entendido como um obra de Sociologia, Geografia, História ou crítica humana. Mas não é errado lê-lo como uma epopeia da vida sertaneja em sua luta diária contra a paisagem e a incompreensão das elites governamentais.

Cadáveres de vítimas da Guerra de Canudos

Cadáveres de vítimas da Guerra de Canudos

Escrituras Editora lança 3ª edição revista e ampliada do livro "A Guerra total de Canudos"

Escrituras Editora lança 3ª edição revista e ampliada do livro "A Guerra total de Canudos"

Jornal do Brasil noticia a guerra em Canudos   gaúchos na guerra de canudos   gaúchos na guerra de canudos   gaúchos na guerra de canudos  ...

Jornal do Brasil noticia a guerra em Canudos gaúchos na guerra de canudos gaúchos na guerra de canudos gaúchos na guerra de canudos ...

Pinterest
Pesquisar