Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Elis Regina em 1979 - Brasil Caía a tarde feito um viaduto E um bêbado trajando luto Me lembrou Carlitos A lua, tal qual a dona do bordel, Pedia a cada estrela fria Um brilho de aluguel E nuvens, lá no mata-borrão do céu, Chupavam manchas torturadas, que sufoco! Louco, o bêbado com chapéu-coco Fazia irreverências mil pra noite do Bra...

7
2
de Pimenta com Limão

O Beijo em Times Square

Um beijo na Times Square (1945) - Repleta de mistérios, esta fotografia foi imortalizada pela revista “Life”. Uma das hipóteses é que, durante o anúncio do término da Segunda Guerra Mundial e dos ataques contra o Japão, em 14 de agosto, o fotógrafo Alfred Eisenstaedt registrou o marinheiro beijando a jovem mulher de vestido branco. O marinheiro possivelmente estava passando quando viu a enfermeira na rua e a agarrou.

159
84
1

(1902-1968) Foi um escritor estadunidense. As suas obras principais são 'A Leste do Éden', 'As Vinhas da Ira', 'Vidas amargas', 'Ratos e Homens' e 'Boêmios Errantes'. Entre outras obras. Foi membro da Ordem DeMolay. Prémio Pulitzer de Ficção e Recebeu o Nobel de Literatura de 1962. ―John Steinbeck

7
1

Make Passo a Passo: Marilyn Monroe: Um pouco da história da diva no dia do seu aniversário!

112
28
de Planeta Bizarro

Lista traz 'gorjeta' de R$ 227 mil e outras histórias surreais

As maiores gorjetas - Lista traz 'gorjeta' de R$ 227 mil e outras histórias surreais No Canadá, bêbado tentou dar gorjeta de R$ 227 mil. Nos EUA, casal foi preso por dar drogas como gorjeta.

2
de BuzzFeed

14 frases que nenhuma mulher deveria ouvir em pleno século 21

"Homem bêbado é feio, mas mulher bêbada é mais feio ainda".

1
1
de Pop & Arte

Se Mussum fosse bêbado, não trabalharia tanto, diz biógrafo

Antonio Carlos de Bernardes Gomes, mais conhecido como Mussum, é um dos mais amados humoristas brasileiros. Pela primeira vez a trajetória do homem por trás do

Romero Britto dirige bêbado e é condenado nos EUA - Supergiba Arte Contemporânea

2

REFLEXÃO: O EMPRESÁRIO E O BÊBADO

de ISTOÉ Independente

O detetive Edgar Allan Poe

O corvo faz um relato ficcional sobre os últimos dias de Edgar Allan Poe (1809-1849). Interpretado por John Cusack (foto), o escritor bêbado e já decadente se une a um jovem investigador na busca por um assassino em série que se inspira em seus famosos contos para cometer crimes na cidade de Baltimore. A cada assassinato, surge uma nova pista que se relaciona a alguma de suas histórias. Cusack encarna com perfeição o escritor perturbado que não consegue mais vender seus contos aos jornais.