MISSA 2A Missa Campal em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, em 17 de maio de 1888, foi uma celebração de Ação de Graças pela libertação dos escravos no Brasil, decretada quatro dias antes, com a assinatura da Lei Áurea

MISSA 2A Missa Campal em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, em 17 de maio de 1888, foi uma celebração de Ação de Graças pela libertação dos escravos no Brasil, decretada quatro dias antes, com a assinatura da Lei Áurea

Zé Ruela Studius: 127 anos depois da Libertação dos Escravos, o Mund...

Zé Ruela Studius: 127 anos depois da Libertação dos Escravos, o Mund...

O projeto “Dia 25 é Dia de Maracatu”, da Prefeitura de Fortaleza, realiza uma edição especial em comemoração à libertação dos escravos do Ceará. A festa acontece nesta quarta-feira, dia 25, no Parque da Liberdade, a partir das 14h. A entrada é Catraca Livre.

Cortejo de maracatus comemora libertação dos escravos cearenses

O projeto “Dia 25 é Dia de Maracatu”, da Prefeitura de Fortaleza, realiza uma edição especial em comemoração à libertação dos escravos do Ceará. A festa acontece nesta quarta-feira, dia 25, no Parque da Liberdade, a partir das 14h. A entrada é Catraca Livre.

A Batalha de Porongos Em novembro de 1844, as lideranças farroupilhas e imperiais já costuravam o fim da guerra, com cenário totalmente favorável ao Império, mantendo o Rio Grande do Sul como província. Mas havia um ponto em particular que estava atrasando o acordo: a libertação dos escravos que lutaram ao lado dos farroupilhas. O Império não aceitava a libertação destes escravos, pois temia que este fato desencadeasse movimentos abolicionistas Brasil afora. E algumas lideranças farroupilhas…

A Batalha de Porongos Em novembro de 1844, as lideranças farroupilhas e imperiais já costuravam o fim da guerra, com cenário totalmente favorável ao Império, mantendo o Rio Grande do Sul como província. Mas havia um ponto em particular que estava atrasando o acordo: a libertação dos escravos que lutaram ao lado dos farroupilhas. O Império não aceitava a libertação destes escravos, pois temia que este fato desencadeasse movimentos abolicionistas Brasil afora. E algumas lideranças farroupilhas…

Por ser comemorado oficialmente no dia 25 de março, quando também é celebrada a libertação dos escravos no Ceará, o Dia do Maracatu conta com uma série de atividades em homenagem à data.

Fortaleza tem programação especial no dia 25 de março, Dia Oficial do Maracatu

Por ser comemorado oficialmente no dia 25 de março, quando também é celebrada a libertação dos escravos no Ceará, o Dia do Maracatu conta com uma série de atividades em homenagem à data.

PEDRO AMÉRICO - Libertação dos Escravos, 1889, Palácio dos Bandeirantes

PEDRO AMÉRICO - Libertação dos Escravos, 1889, Palácio dos Bandeirantes

As histórias dos monumentos do Rio de Janeiro: Preto Velho - Monumento em Inhoaiba, Campo Grande Preto Velho - Monumento em Inhoaiba, Campo Grande .Inaugurado em Inhoaiba  durante as  comemorações dos 70 anos da libertação dos escravos  (13 de maio de 1958), o monumento criado por Miguel Pastor foi o primeiro de caráter religioso implantado no espaço público em reconhecimento à simbologia e imponência da religião afrobrasileira.

As histórias dos monumentos do Rio de Janeiro: Preto Velho - Monumento em Inhoaiba, Campo Grande Preto Velho - Monumento em Inhoaiba, Campo Grande .Inaugurado em Inhoaiba durante as comemorações dos 70 anos da libertação dos escravos (13 de maio de 1958), o monumento criado por Miguel Pastor foi o primeiro de caráter religioso implantado no espaço público em reconhecimento à simbologia e imponência da religião afrobrasileira.

MISSA 2A Missa Campal em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, em 17 de maio de 1888, foi uma celebração de Ação de Graças pela libertação dos escravos no Brasil, decretada quatro dias antes, com a assinatura da Lei Áurea

MISSA 2A Missa Campal em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, em 17 de maio de 1888, foi uma celebração de Ação de Graças pela libertação dos escravos no Brasil, decretada quatro dias antes, com a assinatura da Lei Áurea

Cidade da Criança, um pequeno parque no centro da cidade. A libertação dos escravos no Ceará aconteceu no ano de 1884, quatro anos antes da Lei Áurea acabar com a escravidão no Brasil. O evento prévio cearense foi o mote para a denominação de vários monumentos e locais públicos como a Cidade da Criança. Sua urbanização em 1890 quando recebeu o nome na época de Parque da Liberdade, referência à libertação dos escravos no Ceará. http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=334238

Cidade da Criança, um pequeno parque no centro da cidade. A libertação dos escravos no Ceará aconteceu no ano de 1884, quatro anos antes da Lei Áurea acabar com a escravidão no Brasil. O evento prévio cearense foi o mote para a denominação de vários monumentos e locais públicos como a Cidade da Criança. Sua urbanização em 1890 quando recebeu o nome na época de Parque da Liberdade, referência à libertação dos escravos no Ceará. http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=334238

Foto da sessão no Senado para a votação da Lei Áurea, 1888. Em 13 de maio de 1888, às 15 horas, a Lei Imperial n° 3.353, ou Lei Áurea, foi sancionada pela Princesa Isabel, abolindo a escravatura no Brasil.

Foto da sessão no Senado para a votação da Lei Áurea, 1888. Em 13 de maio de 1888, às 15 horas, a Lei Imperial n° 3.353, ou Lei Áurea, foi sancionada pela Princesa Isabel, abolindo a escravatura no Brasil.

Pinterest
Pesquisar