A rosa simboliza a perfeição, o amor, o coração, a paixão, a alma, o romantismo, a pureza, a beleza, a sensualidade, o renascimento; e, de acordo com sua cor, pode simbolizar a lua (branca), o sol (amarela) ou o fogo (vermelha). Universalmente, essa flor complexa e aromática representa o símbolo do amor e da união, famosa por sua beleza e seu perfume. Não obstante, o desabrochar do botão da rosa simboliza o segredo e o mistério da vida.    A Rosa na Mitologia  Na mitologia greco-romana, a…

A rosa simboliza a perfeição, o amor, o coração, a paixão, a alma, o romantismo, a pureza, a beleza, a sensualidade, o renascimento; e, de acordo com sua cor, pode simbolizar a lua (branca), o sol (amarela) ou o fogo (vermelha). Universalmente, essa flor complexa e aromática representa o símbolo do amor e da união, famosa por sua beleza e seu perfume. Não obstante, o desabrochar do botão da rosa simboliza o segredo e o mistério da vida. A Rosa na Mitologia Na mitologia greco-romana, a…

Indumentária completa dos soldados gregos.s soldados e a infantaria pesada usavam túnicas de couro com placas de metais,grevas nas pernas,elmo com crina de cavalo. A infantaria leve usava túnicas de feltro ou couro,com cinto de metal,grevas de couro e clâmide.

Indumentária completa dos soldados gregos.s soldados e a infantaria pesada usavam túnicas de couro com placas de metais,grevas nas pernas,elmo com crina de cavalo. A infantaria leve usava túnicas de feltro ou couro,com cinto de metal,grevas de couro e clâmide.

Rene menard mitologia greco romana volume 1

Livro de ouro da mitologia grega

Rene menard mitologia greco romana volume 1

Na mitologia greco-romana Hécate ocupava um lugar muito especial. Embora seja muito pouco citada nos livros de mitologia mais conhecidos...

Na mitologia greco-romana Hécate ocupava um lugar muito especial. Embora seja muito pouco citada nos livros de mitologia mais conhecidos...

Estreia neste sábado, 10, o espetáculo "Píramo e Tisbe" no Teatro do Sesi - SP. Com direção de Vladimir Capella, a montagem apresenta uma das maiores histórias da mitologia greco-romana. A peça fica em cartaz até dezembro, sempre aos sábados e domingos, às 16h, com entrada Catraca Livre.

Espetáculo "Píramo e Tisbe" no Teatro do Sesi

Estreia neste sábado, 10, o espetáculo "Píramo e Tisbe" no Teatro do Sesi - SP. Com direção de Vladimir Capella, a montagem apresenta uma das maiores histórias da mitologia greco-romana. A peça fica em cartaz até dezembro, sempre aos sábados e domingos, às 16h, com entrada Catraca Livre.

A Grécia Antiga não era um pais, mais sim vários países que tinha a cultura em comum, cada cidade ou região era independente do resto da Grécia e tinha seu rei ou chefe de estado; Os historiadores classificam esses “países” de Cidades-Estados, ou Pólis. Apesar dessas Pólis serem estados com autonomia, elas pertenciam a Grécia no sentido de “mundo”, para os gregos, as cidades-estados tinha um laço estabelecido pela cultura, a história, a lingua, a escrita e a Religião;

A Grécia Antiga não era um pais, mais sim vários países que tinha a cultura em comum, cada cidade ou região era independente do resto da Grécia e tinha seu rei ou chefe de estado; Os historiadores classificam esses “países” de Cidades-Estados, ou Pólis. Apesar dessas Pólis serem estados com autonomia, elas pertenciam a Grécia no sentido de “mundo”, para os gregos, as cidades-estados tinha um laço estabelecido pela cultura, a história, a lingua, a escrita e a Religião;

Altro ex voto offerto alla dea Mefite e oggi conservato nel Museo Irpino è una collana in ambra fatta con grandi pendagli a forma di testa femminile. La mitologia greco-romana collegava le origini dell'ambra alla tragica fine di Fetonte, il giovane figlio del Sole fulminato da Zeus quando alla guida del carro paterno stava per dare fuoco al mondo intero. Le sorelle di Fetonte, che ne piansero la morte, vennero allora tramutate in alberi, da cui trasudavano non lacrime ma ambra...

Altro ex voto offerto alla dea Mefite e oggi conservato nel Museo Irpino è una collana in ambra fatta con grandi pendagli a forma di testa femminile. La mitologia greco-romana collegava le origini dell'ambra alla tragica fine di Fetonte, il giovane figlio del Sole fulminato da Zeus quando alla guida del carro paterno stava per dare fuoco al mondo intero. Le sorelle di Fetonte, che ne piansero la morte, vennero allora tramutate in alberi, da cui trasudavano non lacrime ma ambra...

Apollo (em grego: Ἀπόλλων, transl. Apóllōn, ou Ἀπέλλων, transl. Apellōn) foi uma das divindades principais da mitologia greco-romana, um dos deuses olímpicos. Filho de Zeus e Leto, e irmão gêmeo de Ártemis, possuía muitos atributos e funções, e possivelmente depois de Zeus foi o deus mais influente e venerado de todos os da Antiguidade clássica.

Apollo (em grego: Ἀπόλλων, transl. Apóllōn, ou Ἀπέλλων, transl. Apellōn) foi uma das divindades principais da mitologia greco-romana, um dos deuses olímpicos. Filho de Zeus e Leto, e irmão gêmeo de Ártemis, possuía muitos atributos e funções, e possivelmente depois de Zeus foi o deus mais influente e venerado de todos os da Antiguidade clássica.

Pinterest
Pesquisar