Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

A Lua - Este quadro era o preferido de Oswald de Andrade, seu marido quando pintou a tela. Ele conservou o quadro até sua morte (mesmo já separado de Tarsila).

pin 177
heart 36

Clarinha & Cia: Princesas no século 21

pin 44
heart 18

Feira de Santana

O blog da Mari: Quadrinhos retrô para a cozinha

pin 12
heart 2

Depois do Movimento Moderno: Arquitetura da Metade do Século X X

Arquitetura Moderna

O Movimento Moderno traz a modernidade à arquitetura e urbanismo, formulando um novo estatuto da forma de edifícios e cidades, no qual tenta unificar a arte, a funcionalidade e a técnica, em atendimento às demandas sociais. Na segunda metade do Século XX as propostas modernistas começam a se esgotar, pois não dão conta da problemática colocada pela sociedade pós-industrial.

Um dos últimos exemplares dos palacetes nobres que dominavam a paisagem na Praia do Flamengo na primeira metade do século XX encontra-se hoje quase escondido entre altos e modernos edifícios da Avenida Oswaldo Cruz.

Aldemir Martins - Arte e Pintura Brasileira - Biografia de Aldemir Martins

pin 15
heart 3

Os estilos na decoração: você sabe qual é o seu

O estilo contemporâneo é aquele dos traços simples, das mobílias largas e espaçosas com superfícies completamente lisas, que presa pela modernidade, pelo estilo de vida agitado e pelo quase minimalismo. É a tendência que se desenvolveu a partir da segunda metade do século XX, priorizando as matérias-primas como o vidro, o cimento, o metal, o aço, o mármore, que trazem em si a elegância que trespassa pela ideia desse tipo de ambiente.

pin 3
heart 2

Regeneração do Centro Histórico de Belgrado Fazendo a “continuação da assinatura do movimento modernista de Belgrado” que produziu uma série de edifícios emblemáticos ao longo da segunda metade do século XX, a capital da Sérvia orgulha-se de apresentar o Plano Diretor que Zaha Hadid Architects projetou para Beko.

pin 6
heart 2

mid century modern- estética -Mid-Century Modern é um termo utilizado como referência ao modernismo da metade do século XX, reafirmado, em 1983, por Cara Greenberg em seu livro Mid-Century Modern: Furniture of the 1950s.