Os livros vão-nos substituindo as viagens que não podemos fazer, os amores que pensávamos que íamos viver, os sonhos que tivemos um dia, vestindo a pele de todos os personagens que vamos conhecendo, dando-nos assim algum alento para esta vida que nos roubou quase todas as fantasias.....

Os livros vão-nos substituindo as viagens que não podemos fazer, os amores que pensávamos que íamos viver, os sonhos que tivemos um dia, vestindo a pele de todos os personagens que vamos conhecendo, dando-nos assim algum alento para esta vida que nos roubou quase todas as fantasias.....

O Mistério da Estrada de Sintra – Eça de Queirós, Ramalho Ortigão - PDF Download Book Livro Baixar Online

O Mistério da Estrada de Sintra – Eça de Queirós, Ramalho Ortigão - PDF Download Book Livro Baixar Online

Coisas de Terê→ Olavo Bilac - Poeta brasileiro.

Coisas de Terê→ Olavo Bilac - Poeta brasileiro.

O amor que a teu lado levas, a que lugar te conduz, que entras coberto de trevas e sais coberto de luz? — Olavo Bilac

O amor que a teu lado levas, a que lugar te conduz, que entras coberto de trevas e sais coberto de luz? — Olavo Bilac

Esqueço que Amar é Quase uma Dor. Oceano - Djavan

Esqueço que Amar é Quase uma Dor. Oceano - Djavan

Poemas e Frases: Olavo Bilac - O único meio de criar homens livres e educá-los                                                                                                                                                     Mais

Poemas e Frases: Olavo Bilac - O único meio de criar homens livres e educá-los Mais

Nao és bom nem és mal...és triste e humano. — Olavo Bilac

Nao és bom nem és mal...és triste e humano. — Olavo Bilac

ExílioQuando a pátria que temos não a temos  Perdida por silêncio e por renúncia  Até a voz do mar se torna exílio  E a luz que nos rodeia é como grades   Sophia de Mello Breyner Andresen, in 'Livro Sexto'

ExílioQuando a pátria que temos não a temos Perdida por silêncio e por renúncia Até a voz do mar se torna exílio E a luz que nos rodeia é como grades Sophia de Mello Breyner Andresen, in 'Livro Sexto'

Poesias infantis, Olavo Bilac

Poesias infantis, Olavo Bilac

Eu vos direi "Amei para entendê-las Pois só quem ama pode ter ouvidos Capaz de ouvir e entender as estrelas." — Olavo Bilac

Eu vos direi "Amei para entendê-las Pois só quem ama pode ter ouvidos Capaz de ouvir e entender as estrelas." — Olavo Bilac

Pinterest
Pesquisar