Nobody is perfect : Fotografia

Nobody is perfect : Fotografia

look do dia tricˆö saia couro borboletas na carteira coturno_-2

look do dia tricˆö saia couro borboletas na carteira coturno_-2

look-gigi-hadid-vestido-colete-over-the-kne

look-gigi-hadid-vestido-colete-over-the-kne

Uma coisa da qual rapidamente me dei conta quando fui morar com meu namorado é que existe uma grande diferença entre a casa que você teria caso morasse sozin

Uma coisa da qual rapidamente me dei conta quando fui morar com meu namorado é que existe uma grande diferença entre a casa que você teria caso morasse sozin

“Não havíamos marcado hora, não havíamos marcado lugar. E, na infinita possibilidade de lugares, na infinita possibilidade de tempos, nossos tempos e nossos lugares coincidiram. E deu-se o encontro.”   Rubem Alves

“Não havíamos marcado hora, não havíamos marcado lugar. E, na infinita possibilidade de lugares, na infinita possibilidade de tempos, nossos tempos e nossos lugares coincidiram. E deu-se o encontro.” Rubem Alves

Cães Sorridentes #cãopanheiro #dahoraavida Como não amar?! ♥♡♥

Cães Sorridentes #cãopanheiro #dahoraavida Como não amar?! ♥♡♥

Love's in the Air                                                                                                                                                     Mais

Love's in the Air Mais

Smile! Sorriso! Sonrisa                                                                                                                                                                                 Mais

Smile! Sorriso! Sonrisa Mais

Thomas Balmès, cineasta francês, no documentário Bebês conta a história de quatro recém-nascidos. O filme, produzido por Alain Chabat, da série Asterix, investe na diversidade cultural. Os bebês foram escolhidos em diferentes pontos do mundo, dois meninos e duas meninas. Elas pertencem ao mundo chamado desenvolvido, os EUA e o Japão. Eles nascem em comunidades primitivas da Namíbia e da Mongólia.

Thomas Balmès, cineasta francês, no documentário Bebês conta a história de quatro recém-nascidos. O filme, produzido por Alain Chabat, da série Asterix, investe na diversidade cultural. Os bebês foram escolhidos em diferentes pontos do mundo, dois meninos e duas meninas. Elas pertencem ao mundo chamado desenvolvido, os EUA e o Japão. Eles nascem em comunidades primitivas da Namíbia e da Mongólia.

Leve a vida menos a sério!

Leve a vida menos a sério!

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Pesquisar