Manuel Bandeira

Manuel Bandeira

Monteiro Lobato -  Foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Contista, ensaísta e tradutor, um importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções. Ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis, e contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, um livro sobre a importância do petróleo e do ferro

Monteiro Lobato - Foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Contista, ensaísta e tradutor, um importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções. Ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis, e contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, um livro sobre a importância do petróleo e do ferro

Pétalas Soltas

Pétalas Soltas

Ferreira+Gullar.jpg (316×320)

Ferreira+Gullar.jpg (316×320)

Quicktionary 2 Mobile Translator - IcreativeD

Quicktionary 2 Mobile Translator - IcreativeD

João Guimarães Rosa - Guima

João Guimarães Rosa - Guima

Guimarães Rosa

A última entrevista de Guimarães Rosa

Guimarães Rosa

Isaac Asimov

Isaac Asimov

Carlos Drummond de Andrade  “Eterno, é tudo aquilo que dura uma fracção de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata....”

Carlos Drummond de Andrade “Eterno, é tudo aquilo que dura uma fracção de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata....”

(1893-1945) Foi um escritor brasileiro. Ícone do movimento modernista brasileiro, liderou a Semana de Arte Moderna de 1922 junto a Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral. Inovou ao romper com a tradição literária, como em 'Pauliceia desvairada'.  Revolucionou a literatura brasileira com sua crítica ácida, fosse retratando a alta sociedade, como em 'Amar, verbo intransitivo', ou reconstruindo o processo de civilização do país, que resultou em 'Macunaíma', sua maior obra. ―Mário de Andrade

(1893-1945) Foi um escritor brasileiro. Ícone do movimento modernista brasileiro, liderou a Semana de Arte Moderna de 1922 junto a Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral. Inovou ao romper com a tradição literária, como em 'Pauliceia desvairada'. Revolucionou a literatura brasileira com sua crítica ácida, fosse retratando a alta sociedade, como em 'Amar, verbo intransitivo', ou reconstruindo o processo de civilização do país, que resultou em 'Macunaíma', sua maior obra. ―Mário de Andrade

Pinterest
Pesquisar