Mais uma testemunha inocentou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato. Desta vez, foi o empresário Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia; "O Ministério Público Federal sequer indagou o ex-presidente da UTC, Ricardo Pessoa, sobre suposta participação de Lula no que a denúncia qualificou como empreitada criminosa que forjava as licitações da Petrobras. Coube ao Juiz da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba introduzir o nome de Lula no questionamento que fez hoje (8/5) à te...

Mais uma testemunha inocentou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato. Desta vez, foi o empresário Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia; "O Ministério Público Federal sequer indagou o ex-presidente da UTC, Ricardo Pessoa, sobre suposta participação de Lula no que a denúncia qualificou como empreitada criminosa que forjava as licitações da Petrobras. Coube ao Juiz da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba introduzir o nome de Lula no questionamento que fez hoje (8/5) à te...

Ministro Aroldo Cedraz será interrogado sobre suposto caso de corrupção no órgão comandado pelo seu filho, o advogado Tiago Cedraz; a PF investiga a possível venda de informações privilegiadas do Tribunal de Contas da União (TCU) a Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia; o ex-ministro Edison Lobão e o vice-presidente do TCU, Raimundo Carreiro, também são investigados; em troca de propina, Tiago Cedraz é suspeito de antecipar ao empreiteiro a lista secreta do órgão de obras passíveis de…

Ministro Aroldo Cedraz será interrogado sobre suposto caso de corrupção no órgão comandado pelo seu filho, o advogado Tiago Cedraz; a PF investiga a possível venda de informações privilegiadas do Tribunal de Contas da União (TCU) a Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia; o ex-ministro Edison Lobão e o vice-presidente do TCU, Raimundo Carreiro, também são investigados; em troca de propina, Tiago Cedraz é suspeito de antecipar ao empreiteiro a lista secreta do órgão de obras passíveis de…

Ex-ministro Mercadante, sem foro privilegiado,  vira réu comum... Vai ser investigado em São Paulo

Ex-ministro Mercadante, sem foro privilegiado, vira réu comum... Vai ser investigado em São Paulo

Top News: "BRAZIL POLITICS: Prosecutors Lay New Graft Charges Against Jose Dirceu Former Luiz Inacio Lula da Silva Chief of Staff" - http://politicoscope.com/wp-content/uploads/2017/05/Jose-Dirceu-former-Brazilian-President-Luiz-Inacio-Lula-da-Silvas-chief-of-staff.jpg - Prosecutors accused Jose Dirceu, who was released from jail pending an appeal, of taking 2.4 million reais ($755,880) in bribes from two engineering firms - UTC Engenharia SA and Engevix Engenharia SA.  on Wo

Top News: "BRAZIL POLITICS: Prosecutors Lay New Graft Charges Against Jose Dirceu Former Luiz Inacio Lula da Silva Chief of Staff" - http://politicoscope.com/wp-content/uploads/2017/05/Jose-Dirceu-former-Brazilian-President-Luiz-Inacio-Lula-da-Silvas-chief-of-staff.jpg - Prosecutors accused Jose Dirceu, who was released from jail pending an appeal, of taking 2.4 million reais ($755,880) in bribes from two engineering firms - UTC Engenharia SA and Engevix Engenharia SA. on Wo

UTC Engenharia S.A

UTC Engenharia S.A

UTC Engenharia S.A

UTC Engenharia S.A

UTC Engenharia S.A

UTC Engenharia S.A

Delatoras de Cabral doaram para Zveiter  Brasil 07.02.17 18:19 Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia, que admitiram em acordo de colaboração o pagamento de uma mesada a Sérgio Cabral, doaram R$ 669 mil para a campanha de Sérgio Zveiter - isso no caixa 1.  Zveiter também recebeu R$ 400 mil da UTC.

Delatoras de Cabral doaram para Zveiter Brasil 07.02.17 18:19 Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia, que admitiram em acordo de colaboração o pagamento de uma mesada a Sérgio Cabral, doaram R$ 669 mil para a campanha de Sérgio Zveiter - isso no caixa 1. Zveiter também recebeu R$ 400 mil da UTC.

Relator do TCU defenderá que empresas da Lava-Jato fiquem proibidas de contratar com o governo. Segundo Natuza Nery, ministros do TCU dizem que a força-tarefa da Lava-Jato e o relator de um processo que corre no TCU, Bruno Dantas, chegaram a um entendimento e a expectativa é que hoje sejam declaradas como inidôneas as empreiteiras UTC, Queiroz Galvão, Techint e Empresa Brasileira de Engenharia.

Relator do TCU defenderá que empresas da Lava-Jato fiquem proibidas de contratar com o governo. Segundo Natuza Nery, ministros do TCU dizem que a força-tarefa da Lava-Jato e o relator de um processo que corre no TCU, Bruno Dantas, chegaram a um entendimento e a expectativa é que hoje sejam declaradas como inidôneas as empreiteiras UTC, Queiroz Galvão, Techint e Empresa Brasileira de Engenharia.

As empresas são acusadas de fraude a licitações de contratos da usina nuclear Angra 3, assinados por meio da Eletrobras. UTC, Queiroz Galvão, Techint e Empresa Brasileira de Engenharia serão declaradas inidôneas e não poderão contratar com a administração pública federal por cinco anos

As empresas são acusadas de fraude a licitações de contratos da usina nuclear Angra 3, assinados por meio da Eletrobras. UTC, Queiroz Galvão, Techint e Empresa Brasileira de Engenharia serão declaradas inidôneas e não poderão contratar com a administração pública federal por cinco anos

Pinterest
Pesquisar