Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Chirodactylus brachydactylus. Possui lábios carnudos e uma boca muito pequena. É bicolor e apresenta uma fila de pontuações brancas em ambos os flancos. É comum na costa sul-africana, e povoa poças e canais da zona-de-marés, e também vive em recifes. Os adultos apresentam os raios inferiores da barbatana peitoral estreitos e alongados. Estes raios, na parte posterior, são livres e funcionam como apêndices. Servem para manter o equilíbrio, quando o peixe descansa, e para detectar alimento.

Grimpoteuthis. São seres relativamente pequenos. O maior espécime já encontrado tinha quase 6 kg e menos de 2 m de comprimento. Como todos os membros da ordem Octopoda, possui 8 tentáculos. O polvo-dumbo é conhecido, além da aparência, por viver em profundidades extremas no fundo do mar. Ao contrário da maior parte dos polvos, o dumbo engole a sua presa de uma só vez.

Scarus coeruleus. Os adultos desenvolvem um focinho rombo proeminente e grandes lobos superiores e inferiores na barbatana caudal. Todo ele azul, alimenta-se de plantas bentnicas e pequenos invertebrados, formando grandes grupos na época da desova. Habita os recifes de coral do Atlântico Ocidental, Brasil, Bahamas, Bermudas e Antilhas. Podem crescer até 120 cm.

Ogcocephalus darwinis. Peixe-morcego de lábios vermelhos é um peixe de morfologia bastante incomum encontrado aos redores das Ilhas Galápagos em profundezas de 30 metros ou mais.

Argyropelecus hermigymnus. Espécie de peixe que mede entre 3 e 3.9 centímetros, vivendo em profundidades que variam entre 250 e 600 metros. Apesar do rosto assustador, esse peixe é totalmente inofensivo.

Promachoteuthis sulcus. Espécie de lula do género Promachoteuthidae. Distingue-se por várias características morfológicas: fusão entre cabeça e manto, grande dimensão das ventosas do braço, grande comprimento da base dos tentáculos, e presença de um sulco tentacular aboral.

1

Orcaella brevirostris. Um cetáceo encontrado em estuários e próximo à costa do Sudeste asiático. Sua principal característica que difere às outras espécies de golfinhos é a falta da barbatana superior e a pele de seu corpo mais gelatinosa.

Monodon monoceros. É uma baleia dentada de tamanho médio. Vive durante todo o ano no Ártico e Groenlândia. Os machos narval são distinguidos por uma presa longa helicoidal e reta, um canino alongado. São predadores do ártico excepcionalmente especializados. No inverno, se alimentam de presas bentônicas, principalmente peixes chatos, em profundidades de até 1500 m sob densos blocos de gelo.

Natureza selvagem em fotografias (50 fotos) - Metamorfose Digital

Natureza selvagem

190
54

Neoclinus blanchardi. Conhecido como Sarcástico Fringehead, essa espécie de peixe é muito curiosa, por ter uma aparência diferente e um temperamento bem territorialista. Geralmente eles vivem na costa do Pacífico da América do Norte em fendas marítimas. Se seu território for ameaçado sua boca enorme e bizarra se abre e é capaz de acabar com o inimigo em uma briga.

2