Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Turismo Manaus (AM) - O Encontro das Águas, um fenômeno natural causado pelo encontro das águas barrentas do Rio Solimões com as águas escuras do Rio Negro, que percorrem cerca de seis quilômetros sem se misturarem. Esse fenômeno acontece em decorrência da temperatura, densidade, velocidade e correntezas das águas.

98
16

A VOZ DA SELVA AMAZÔNICA: TRAGÉDIAS DA SELVA AMAZÔNICA Tenho lembranças terríveis de minha terra. Lá a natureza é cruel e mortal e não perdoa bobo. Não se aplica a lei do "olho por olho, dente por dente" na selva amazônica. Ela tem sua própria lei. Ela abriga e mata. Suas águas são traiçoeiras. Correntezas perigosas e imprevisíveis. Águas negras e barrentas, que em dias de tempestades produzem ondas com mais de três metros de alturas. Vira barco. Quebra canoa. Arranca árvore...

Extensão 8.544.480 hectares | região do Alto Solimões, SO do Estado do AM, próximo à fronteira Brasil/Peru | 1999 reconhecida como TI , 2000 demarcada fisicamente, 2001 homologada | Maioria dos cursos d’água na bacia do Javari tem suas águas barrentas: alto teor de sedimentos| Clima equatorial, altos índices pluviométricos, período de estiagem pouco marcado. Temperaturas médias 24ºC/26ºC. | Duas regiões fitoecológicas principais: Floresta Tropical Densa e Floresta Tropical Aberta.

4

Vista aérea do encontro das águas dos rios Negro (águas escuras) e Solimões (águas barrentas), resultando no rio Amazonas. As águas não se misturam por quilômetros. Há diferença na temperatura das águas inclusive. Estado do Amazonas, Brasil. Fotografia: glaubercr no http://www.mochileiros.com

2
de Vida Cigana

Os passeios em Manaus com o melhor da Amazônia

Detalhe do encontro das águas barrentas do Rio Solimões com as águas escuras do Rio Negro que formam o Rio Amazonas.

Na fazenda do padrinho, perto de Taubaté, onde Vera e Lúcia gostavam de passar férias, corre o rio Paraíba. Rio imenso, silencioso e de águas barrentas.

2

Caminho de terra em Mathias Lobato, estado de Minas Gerais, Brasil. Ao lado, as águas barrentas do Rio Rio Suaçui. Fotografia: contato@guiadefechados.com.br no Panoramio.

1

Perto de Manaus, o Rio Solimões (de águas claras e barrentas) se encontra com o Rio Negro (com águas limpas e escuras), criando um fenômeno conhecido como “Encontro das águas”.

Águas barrentas do Rio Suaçui Pequeno em Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil. Fotografia: HVL.

2

Canal do Jari, Alter do Chao, Santarém - Pará. Representa uma região de grande beleza natural, através da qual as águas barrentas do Amazonas são lançadas de encontro às águas esverdeadas do Tapajós, compondo um cenário exótico, com um ecossistema próprio.