Fabiana Moraes

Fabiana Moraes

Fabiana Moraes
Mais ideias de Fabiana
Resultados da Pesquisa de imagens do Google para http://www.tudobacana.com.br/imagem/index/1486224/G/amor_perfeito.jpg

Um dia ela conheceu um rapaz por quem se apaixonou perdidamente. Porém, o rapaz não tinha uma boa índole e após lhe prometer que a amava, ...

REFÉM... : Refém...       Na esperança ávida de um amor, um encanto de u refém;  Acolhe os desejos ardentes, no singular da tua grandeza.  Ficando em sentimentos, um caminhar tristonho, da incerteza.  Onde os lírios dos campos, têm na essência, tudo e o bem...    Em fragrância devida, caminhamos na firmeza de um querer,  No próspero sentido de uma imagem, procuro a felicidade...  Um desejo do amor, que cresce sem a minha animosidade.  Os no

REFÉM... : Refém... Na esperança ávida de um amor, um encanto de um refém; Acolhe os desejos ardentes, no singular da tua grandeza. Ficando... - Fotolog

Vetor - springtime, flor, árvore, Amor, gatos - estoque de ilustração, ilustrações royalty free, banco de ícone clip arte, banco de ícones clip arte, fotos EPS, fotos, gráfico, gráficos, desenho, desenhos, imagem vetorial, arte vetor EPS.

Vetor - springtime, flor, árvore, Amor, gatos - estoque de ilustração, ilustrações royalty free, banco de ícone clip arte, banco de ícones clip arte, fotos EPS, fotos, gráfico, gráficos, desenho, desenhos, imagem vetorial, arte vetor EPS.

“Quando existe amor e duas essências se encontraram, dissolveram-se, fundiram-se e nasceu uma nova qualidade alquímica, o contentamento está presente. É como se toda a existência tivesse parado — nenhum movimento. Então o instante presente é o único instante.”  Osho, em “Coragem: O Prazer de Viver Perigosamente”.  Imagem por Stu Willis (CC BY-NC-SA 2.0) via Flickr  Texto na íntegra em: http://www.palavrasdeosho.com/2013/05/nao-ha-nada-mais-para-conseguir.html

“Quando existe amor e duas essências se encontraram, dissolveram-se, fundiram-se e nasceu uma nova qualidade alquímica, o contentamento está presente. É como se toda a existência tivesse parado — nenhum movimento. Então o instante presente é o único instante.” Osho, em “Coragem: O Prazer de Viver Perigosamente”. Imagem por Stu Willis (CC BY-NC-SA 2.0) via Flickr Texto na íntegra em: http://www.palavrasdeosho.com/2013/05/nao-ha-nada-mais-para-conseguir.html