Top10 - Motos nacionalizadas Yamaha XT 1200Z Super Ténéré Antes importada, a bigtrail máxima da Yamaha se mudou para o Brasil de mala e cuia no ano passado. Produzida na planta da marca japonesa em Manaus (AM), a Super Ténéré está disponível em duas versões, sendo a mais em conta com o preço de R$ 55.990. Equipada com motor bicilíndrico paralelo de 1.199 cm³, a moto traz sistema de frenagem combinada (UBS) que atua em conjunto com o ABS.

Top10 - Motos nacionalizadas Yamaha XT 1200Z Super Ténéré Antes importada, a bigtrail máxima da Yamaha se mudou para o Brasil de mala e cuia no ano passado. Produzida na planta da marca japonesa em Manaus (AM), a Super Ténéré está disponível em duas versões, sendo a mais em conta com o preço de R$ 55.990. Equipada com motor bicilíndrico paralelo de 1.199 cm³, a moto traz sistema de frenagem combinada (UBS) que atua em conjunto com o ABS.

Top10 - Motos nacionalizadas  MV Agusta F3 800       No time das superesportivas, o Brasil passou a contar também com a MV Agusta F3 800. Com linhas semelhantes às da F4, a superbike é montada na fábrica da Dafra em Manaus (AM), a primeira da marca fora da sede, em Varese, na Itália. A F3 800 partilha com outros dois modelos o motor de três cilindros em linha de 798 cm³. No entanto, por conta de seu apelo mais veloz, nela o propulsor é mais potente, com 148 cv a 13.000 rpm.

Top10 - Motos nacionalizadas MV Agusta F3 800 No time das superesportivas, o Brasil passou a contar também com a MV Agusta F3 800. Com linhas semelhantes às da F4, a superbike é montada na fábrica da Dafra em Manaus (AM), a primeira da marca fora da sede, em Varese, na Itália. A F3 800 partilha com outros dois modelos o motor de três cilindros em linha de 798 cm³. No entanto, por conta de seu apelo mais veloz, nela o propulsor é mais potente, com 148 cv a 13.000 rpm.

Top10 - Motos nacionalizadas Suzuki V-Strom 1000 No ano passado, outra bigtrail de renome que passou a ser montada no País é a V-Strom 1000. Lançada no mercado europeu em 2013 a moto foi nacionalizada cerca de um ano depois para brigar em um segmento muito disputado no Brasil. Com design agressivo e o famoso "bico" dianteiro na carenagem a moto tem propulsor de dois cilindros em "V" de 1.037 cm³ e preço sugerido de R$ 49.900.

Top10 - Motos nacionalizadas Suzuki V-Strom 1000 No ano passado, outra bigtrail de renome que passou a ser montada no País é a V-Strom 1000. Lançada no mercado europeu em 2013 a moto foi nacionalizada cerca de um ano depois para brigar em um segmento muito disputado no Brasil. Com design agressivo e o famoso "bico" dianteiro na carenagem a moto tem propulsor de dois cilindros em "V" de 1.037 cm³ e preço sugerido de R$ 49.900.

Floyd Mayweather mostra sua coleção de carros  Ficamos pensando quanto ele usa estes carros

Floyd Mayweather mostra sua coleção de carros Ficamos pensando quanto ele usa estes carros

Top10 - Motos nacionalizadas Harley-Davidson Street Glide CVO O apelo da redução de preço pela nacionalização também chegou à Harley-Davidson. Tanto é que a marca norte-americana anunciou que a produção brasileira se estenderá também aos dois modelos da linha CVO nesse ano. Um deles, inclusive, é a Street Glide CVO, que debuta no mercado mundial da marca e traz os "mimos" dos modelos customizados da fábrica, como o motor Screamin’ Eagle de 1.801 cm³.

Top10 - Motos nacionalizadas Harley-Davidson Street Glide CVO O apelo da redução de preço pela nacionalização também chegou à Harley-Davidson. Tanto é que a marca norte-americana anunciou que a produção brasileira se estenderá também aos dois modelos da linha CVO nesse ano. Um deles, inclusive, é a Street Glide CVO, que debuta no mercado mundial da marca e traz os "mimos" dos modelos customizados da fábrica, como o motor Screamin’ Eagle de 1.801 cm³.

Top10 - Motos nacionalizadas  Honda CB 650F  Também produzida no Amazonas, a CB 650F chegou ao Brasil (e ao mundo) com uma missão difícil. A moto é a nova opção da Honda onde antes figurava a famosa CB 600F Hornet. Mais do que uma reformulação, o modelo traz uma nova proposta: ser uma naked com motor de quatro cilindros em linha menos esportiva e de comportamento mais racional.

Top10 - Motos nacionalizadas Honda CB 650F Também produzida no Amazonas, a CB 650F chegou ao Brasil (e ao mundo) com uma missão difícil. A moto é a nova opção da Honda onde antes figurava a famosa CB 600F Hornet. Mais do que uma reformulação, o modelo traz uma nova proposta: ser uma naked com motor de quatro cilindros em linha menos esportiva e de comportamento mais racional.

Top10 - Motos nacionalizadas Ducati Multistrada 1200 Antes de trazer a Hypermotard e a Hyperstrada, a Ducati nacionalizou a linha Multistrada. Composta por três modelos (Standard, "S Touring" e "S Pikes Peak"), a família de bigtrails italiana é equipada com motor bicilíndrico em "L" de 1198,4 cm³ e as versões top de linha trazem ainda a suspensão semi-ativa Skyhook, que se ajusta automaticamente de acordo com o tipo do solo.

Top10 - Motos nacionalizadas Ducati Multistrada 1200 Antes de trazer a Hypermotard e a Hyperstrada, a Ducati nacionalizou a linha Multistrada. Composta por três modelos (Standard, "S Touring" e "S Pikes Peak"), a família de bigtrails italiana é equipada com motor bicilíndrico em "L" de 1198,4 cm³ e as versões top de linha trazem ainda a suspensão semi-ativa Skyhook, que se ajusta automaticamente de acordo com o tipo do solo.

Top10 - Motos nacionalizadas Yamaha MT-09 No ano passado, o motociclista brasileiro se deparou com uma ótima surpresa. A Yamaha MT-09 chegou ao País já produzida em Manaus (AM). Misto entre naked e supermoto, o estiloso modelo é o primeiro a usar o motor de três cilindros de 847 cm³ recém-desenvolvido pela marca japonesa e traz consigo a esportividade da família "Masters of Torque".

Top10 - Motos nacionalizadas Yamaha MT-09 No ano passado, o motociclista brasileiro se deparou com uma ótima surpresa. A Yamaha MT-09 chegou ao País já produzida em Manaus (AM). Misto entre naked e supermoto, o estiloso modelo é o primeiro a usar o motor de três cilindros de 847 cm³ recém-desenvolvido pela marca japonesa e traz consigo a esportividade da família "Masters of Torque".

Floyd Mayweather mostra sua coleção de carros Bugatti Veyrons Caso não tenha visto direito, aqui estão de novo as Bugatti Veyron Revendedora de carros Aqui o boxeador aparece indeciso entre uma McLaren SLR ou uma Ferrari Enzo

Floyd Mayweather mostra sua coleção de carros Bugatti Veyrons Caso não tenha visto direito, aqui estão de novo as Bugatti Veyron Revendedora de carros Aqui o boxeador aparece indeciso entre uma McLaren SLR ou uma Ferrari Enzo

Top10 - Motos nacionalizadas KTM 350 EXC-F De volta ao Brasil, a KTM já anunciou os modelos de rua que irá produzir no País em operação conjunto com a Dafra. No entanto, as primeiras motos a sair da linha de montagem em Manaus (AM) são da cobiçada linha enduro da marca austríaca. É o caso da 350 EXC-F, que traz motor monocilíndrico de 349,7 cm³ e peso seco de apenas 107, 2 kg. O preço sugerido aqui é de R$ 42.890.

Top10 - Motos nacionalizadas KTM 350 EXC-F De volta ao Brasil, a KTM já anunciou os modelos de rua que irá produzir no País em operação conjunto com a Dafra. No entanto, as primeiras motos a sair da linha de montagem em Manaus (AM) são da cobiçada linha enduro da marca austríaca. É o caso da 350 EXC-F, que traz motor monocilíndrico de 349,7 cm³ e peso seco de apenas 107, 2 kg. O preço sugerido aqui é de R$ 42.890.

Pinterest
Pesquisar