confused

confused

I'm at my best when I'm sleeping.

I'm at my best when I'm sleeping.

Ilustração

Ilustração

Depois de tantas experiências malucas... Está só é um luxo de liberdade.

Depois de tantas experiências malucas... Está só é um luxo de liberdade.

Um brinde a arte de sorrir cada vez que o mundo diz "não"

Um brinde a arte de sorrir cada vez que o mundo diz "não"

Não, ele não te quer. Desencana. Não precisa esquecer tudo que vocês viveram juntos, mas se permita viver coisas novas com outras pessoas. Foi o recado que ele deixou no momento em que decidiu não te incluir mais nos planos dele. E, de verdade, quem vai dizer que não era um direito dele fazer isso? As pessoas, até onde eu sei, são livres. Essa é a graça da coisa. Tem gente que pode voar pra bem longe, mas resolve pousar e ficar pertinho. Tem quem reúna tudo aquilo que sempre se sonhou para…

Não, ele não te quer. Desencana. Não precisa esquecer tudo que vocês viveram juntos, mas se permita viver coisas novas com outras pessoas. Foi o recado que ele deixou no momento em que decidiu não te incluir mais nos planos dele. E, de verdade, quem vai dizer que não era um direito dele fazer isso? As pessoas, até onde eu sei, são livres. Essa é a graça da coisa. Tem gente que pode voar pra bem longe, mas resolve pousar e ficar pertinho. Tem quem reúna tudo aquilo que sempre se sonhou para…

Amor não correspondido

Imagens de Amor não correspondido

Amor não correspondido

Sei não...

Sei não...

menstruação sagrado feminino

menstruação sagrado feminino

Queria uma janela em tua cabeça, a olhar feito novela o que tu pensas, ver com tua interna face risonha a paisagem dessa viagem tão íntima: os sonhos que tu sonhas, os países imaginários que visitas, chorar no relicário de teus tempos antigos, querendo, no fundo, confesso, encontrar-me ali comigo, e não vagando, mendigo, mas troféu mais digno de teus sucessos[...] Adriano Dias

Queria uma janela em tua cabeça, a olhar feito novela o que tu pensas, ver com tua interna face risonha a paisagem dessa viagem tão íntima: os sonhos que tu sonhas, os países imaginários que visitas, chorar no relicário de teus tempos antigos, querendo, no fundo, confesso, encontrar-me ali comigo, e não vagando, mendigo, mas troféu mais digno de teus sucessos[...] Adriano Dias

Pinterest
Pesquisar