Marcos Serafim

Marcos Serafim

Marcos Serafim
More ideas from Marcos
Pré-visualização da capa e de 14 páginas desse livro

Pré-visualização da capa e de 14 páginas desse livro

Aventuras Internas: Vivo

Aventuras Internas: Vivo

Aventuras Internas: Ainda não o bastante

Aventuras Internas: Ainda não o bastante

Aventuras Internas: Elegia noturna 'Mas tudo finda, se serve de alento. A luz do dia, a treva da noite; O sonho que te consome.'

Aventuras Internas: Elegia noturna 'Mas tudo finda, se serve de alento. A luz do dia, a treva da noite; O sonho que te consome.'

Perdoe-me por não ver; também não fui visto, e perdoei. Destranco a alma: tudo pode adentrar. Tudo pode ferir e curar. Mas cada olhar encontrará essência distinta,  Apenas o Amor verá o que realmente ali habita.

Perdoe-me por não ver; também não fui visto, e perdoei. Destranco a alma: tudo pode adentrar. Tudo pode ferir e curar. Mas cada olhar encontrará essência distinta, Apenas o Amor verá o que realmente ali habita.

A existência é bruta, como um sol de meio dia, Como um adeus; Mas também é doce, como a água que escorre da montanha, Como o Amor, que jamais desiste.

A existência é bruta, como um sol de meio dia, Como um adeus; Mas também é doce, como a água que escorre da montanha, Como o Amor, que jamais desiste.

Aventuras Internas: Erupção

Aventuras Internas: Erupção

Aventuras Internas: Persiste

Aventuras Internas: Persiste

Aventuras Internas

Aventuras Internas

Aventuras Internas

Aventuras Internas