Margarete Oliveira
Margarete Oliveira
Margarete Oliveira

Margarete Oliveira

“Às vezes é preciso recolher-se. O coração não quer obedecer, mas alguma vez aquieta; a ansiedade tem pés ligeiros, mas alguma vez resolve sentar-se à beira des