Tecido Muscular,este tipo de tecido realiza grande parte da movimentação corporal em conjunto com o tecido ósseo. Pode romper-se e possui algum teor de elasticidade que ajuda na movimentação.Pode produzir ácido lático e armazená-lo,que pode causar dores musculares. E por fim é possível sentir a pulsação cardíaca.

Tecido Muscular,este tipo de tecido realiza grande parte da movimentação corporal em conjunto com o tecido ósseo. Pode romper-se e possui algum teor de elasticidade que ajuda na movimentação.Pode produzir ácido lático e armazená-lo,que pode causar dores musculares. E por fim é possível sentir a pulsação cardíaca.

O Tecido Ósseo, tem como principal função proporcionar a sustentação dos tecidos moles e dos órgãos vitais, além de apoiar o músculo esquelético, ponto de inserção dos músculos, movimento, produção de células de sangue e é depósito de cálcio e determinados íons, realizando a liberação destes de maneira equilibrada ao organismo. É um tecido conjuntivo constituído por células e substâncias rígidas, tendo aproximadamente 15% do peso do corpo.

O Tecido Ósseo, tem como principal função proporcionar a sustentação dos tecidos moles e dos órgãos vitais, além de apoiar o músculo esquelético, ponto de inserção dos músculos, movimento, produção de células de sangue e é depósito de cálcio e determinados íons, realizando a liberação destes de maneira equilibrada ao organismo. É um tecido conjuntivo constituído por células e substâncias rígidas, tendo aproximadamente 15% do peso do corpo.

O músculo liso, assim como o músculo estriado cardíaco, apresenta movimentos involuntários e age no organismo de diversas formas:

O músculo liso, assim como o músculo estriado cardíaco, apresenta movimentos involuntários e age no organismo de diversas formas:

Tecido Nervoso  O tecido nervoso tem origem ectodérmica, nele a substância intercelular praticamente não existe. Os principais componentes celulares são os neurônios e as células da glia.Os neurônios, ou células nervosas, têm a propriedade de receber e transmitir estímulos nervosos, permitindo ao organismo responder a alteração do meio. Os neurônios são alongados, podendo atingir, em alguns casos, cerca de 1 metro de comprimento, como nos neurônios que se estendem desde nossas costas até o…

Tecido Nervoso O tecido nervoso tem origem ectodérmica, nele a substância intercelular praticamente não existe. Os principais componentes celulares são os neurônios e as células da glia.Os neurônios, ou células nervosas, têm a propriedade de receber e transmitir estímulos nervosos, permitindo ao organismo responder a alteração do meio. Os neurônios são alongados, podendo atingir, em alguns casos, cerca de 1 metro de comprimento, como nos neurônios que se estendem desde nossas costas até o…

O Tecido cartilaginoso: Possui consistência firme e é bem flexível. Facilita os movimentos e é fundamental para o crescimento dos ossos longos. sua função é sustentar e revestir, por exemplo, a orelha, o nariz, a traqueia. Além da cartilagem amortecer o impacto dos movimentos na coluna vertebral.

O Tecido cartilaginoso: Possui consistência firme e é bem flexível. Facilita os movimentos e é fundamental para o crescimento dos ossos longos. sua função é sustentar e revestir, por exemplo, a orelha, o nariz, a traqueia. Além da cartilagem amortecer o impacto dos movimentos na coluna vertebral.

Esse tecido é o principal constituinte da parede do coração. Embora ele seja estriado, seu controle é involuntário (ele é inervado pelos dois ramos do sistema nervoso autônomo – o simpático e o parassimpático). As fibras do músculo cardíaco são quadrangulares e apresentam um ou dois núcleos localizados no centro da fibra. Já as células musculares esqueléticas contêm vários núcleos distribuídos pela periferia da célula.

Esse tecido é o principal constituinte da parede do coração. Embora ele seja estriado, seu controle é involuntário (ele é inervado pelos dois ramos do sistema nervoso autônomo – o simpático e o parassimpático). As fibras do músculo cardíaco são quadrangulares e apresentam um ou dois núcleos localizados no centro da fibra. Já as células musculares esqueléticas contêm vários núcleos distribuídos pela periferia da célula.

O tecido conjuntivo frouxo preenche espaços não-ocupados por outros tecidos, apóia e nutre células epiteliais, envolve nervos, músculos e vasos sanguíneos linfáticos. Além disso, faz parte da estrutura de muitos órgãos e desempenha importante papel em processos de cicatrização.

O tecido conjuntivo frouxo preenche espaços não-ocupados por outros tecidos, apóia e nutre células epiteliais, envolve nervos, músculos e vasos sanguíneos linfáticos. Além disso, faz parte da estrutura de muitos órgãos e desempenha importante papel em processos de cicatrização.

O sangue (originado pelo tecido hemocitopoiético) é um tecido altamente especializado, formado por alguns tipos de células, que compõem a parte figurada, dispersas num meio líquido – o plasma -, que corresponde à parte amorfa. Os constituintes celulares são: glóbulos vermelhos (também denominados hemácias ou eritrócitos); glóbulos brancos (também chamados de leucócitos).

O sangue (originado pelo tecido hemocitopoiético) é um tecido altamente especializado, formado por alguns tipos de células, que compõem a parte figurada, dispersas num meio líquido – o plasma -, que corresponde à parte amorfa. Os constituintes celulares são: glóbulos vermelhos (também denominados hemácias ou eritrócitos); glóbulos brancos (também chamados de leucócitos).

Tecido Epitelial: Suas células mantêm pouco espaço entre si e por isso são justapostas, elas estabelecem junções intercelulares com outras células epiteliais; possuem pouco material extracelular entre suas células e têm sua forma demasiadamente diversa desde achatada à piramidal, passando por cilíndrica e cúbica.

Tecido Epitelial: Suas células mantêm pouco espaço entre si e por isso são justapostas, elas estabelecem junções intercelulares com outras células epiteliais; possuem pouco material extracelular entre suas células e têm sua forma demasiadamente diversa desde achatada à piramidal, passando por cilíndrica e cúbica.


Mais ideias
O tecido muscular liso é caracterizado por movimentos involuntários, seu nome corresponde à ausência de estrias transversais, são exemplos, o útero, a bexiga e o intestino.

O tecido muscular liso é caracterizado por movimentos involuntários, seu nome corresponde à ausência de estrias transversais, são exemplos, o útero, a bexiga e o intestino.

O Tecido Epitelial é muito importante para a proteção de tecido muscular,é importante para a absorção de algumas substâncias e também é o tecido responsável por um dos cinco sentidos:o tato.

O Tecido Epitelial é muito importante para a proteção de tecido muscular,é importante para a absorção de algumas substâncias e também é o tecido responsável por um dos cinco sentidos:o tato.

A parte externa do corpo é formada pelo tecido epitelial e tem perfeitamente justapostas, unidas por pequena quantidade de material cimentante, com pouquíssimo espaço intercelular.

A parte externa do corpo é formada pelo tecido epitelial e tem perfeitamente justapostas, unidas por pequena quantidade de material cimentante, com pouquíssimo espaço intercelular.

Tecido muscular liso - O tecido muscular liso é constituído por células mononucleadas e alongadas e pode ser encontrado nas paredes dos órgãos ocos, como estômago, útero, bexiga, artérias, veias e vasos sanguíneos. Esse tecido pode agir de várias formas: Empurrando o alimento ao longo do tubo digestório, regulando o fluxo de ar dos pulmões, controlando a intensidade da luz que chega aos olhos, entre outras.

Tecido muscular liso - O tecido muscular liso é constituído por células mononucleadas e alongadas e pode ser encontrado nas paredes dos órgãos ocos, como estômago, útero, bexiga, artérias, veias e vasos sanguíneos. Esse tecido pode agir de várias formas: Empurrando o alimento ao longo do tubo digestório, regulando o fluxo de ar dos pulmões, controlando a intensidade da luz que chega aos olhos, entre outras.

Tecido Muscular Esqueletico - Atividade Histologia - Difrenciação de Tecidos

Tecido Muscular Esqueletico - Atividade Histologia - Difrenciação de Tecidos

O tecido adiposo é formado por células do tecido conjuntivo que acumulam lipídios (gorduras) em seu interior, no citoplasma. Essas células, chamadas de Adipócitos, em sua maioria, são de forma esférica e maiores que as demais. A gordura armazenada nessas células servirá como fonte de energia para o organismo. Também constitui um excelente isolante térmico e isolante mecânico, pois absorve os impactos, impedindo que estes cheguem aos órgãos e os danifiquem.

O tecido adiposo é formado por células do tecido conjuntivo que acumulam lipídios (gorduras) em seu interior, no citoplasma. Essas células, chamadas de Adipócitos, em sua maioria, são de forma esférica e maiores que as demais. A gordura armazenada nessas células servirá como fonte de energia para o organismo. Também constitui um excelente isolante térmico e isolante mecânico, pois absorve os impactos, impedindo que estes cheguem aos órgãos e os danifiquem.

Tecido Conjuntivo Cartilagionoso - Atividade Histologia - Difrenciação de Tecidos

Tecido Conjuntivo Cartilagionoso - Atividade Histologia - Difrenciação de Tecidos

Tecido nervoso - O tecido que nos impulsiona a reagir  diante das sensações.

Tecido nervoso - O tecido que nos impulsiona a reagir diante das sensações.

Dieser Hackfleisch-Rigatoni-Auflauf macht nicht nur satt, sondern auch glücklich

Hackfleisch-Rigatoni-Auflauf zum Wideraufbacken

Dieser Hackfleisch-Rigatoni-Auflauf macht nicht nur satt, sondern auch glücklich

O sangue (originado pelo tecido conjuntivo sanguíneo) é um tecido altamente especializado, formado por alguns tipos de células, que compõem a parte figurada, dispersas num meio líquido – o plasma -, que corresponde à parte amorfa.

O sangue (originado pelo tecido conjuntivo sanguíneo) é um tecido altamente especializado, formado por alguns tipos de células, que compõem a parte figurada, dispersas num meio líquido – o plasma -, que corresponde à parte amorfa.

Pinterest
Pesquisar