Mayra Gomes
Mayra Gomes
Mayra Gomes

Mayra Gomes

Costumo chorar, quando estou com raiva. Comer, quando não tenho nada para fazer. Falar sozinha, quando não tenho ninguém. Costumo me deixar levar, até cair nova