A brasileira Aracy de Carvalho Guimarães Rosa, segunda esposa do escritor Guimarães Rosa, não podia ficar de fora desta lista. Aracy foi muito além dos deveres como uma funcionária que trabalhava no departamento de vistos na embaixada brasileira em Hamburgo, na Alemanha. Ela usou sua posição como chefe da Seção de Passaportes – e contrariou ordens – para conceder vistos a judeus entre os anos de 1938 até 1942, quando o Brasil se juntou aos Aliados. O chamado Anjo de Hamburgo

A brasileira Aracy de Carvalho Guimarães Rosa, segunda esposa do escritor Guimarães Rosa, não podia ficar de fora desta lista. Aracy foi muito além dos deveres como uma funcionária que trabalhava no departamento de vistos na embaixada brasileira em Hamburgo, na Alemanha. Ela usou sua posição como chefe da Seção de Passaportes – e contrariou ordens – para conceder vistos a judeus entre os anos de 1938 até 1942, quando o Brasil se juntou aos Aliados. O chamado Anjo de Hamburgo

Clarice Lispector

Clarice Lispector

Carlos Vereza, Renata Sorrah, Dina Sfat e Djenane Machado, direto da praia carioca dos anos 70

Carlos Vereza, Renata Sorrah, Dina Sfat e Djenane Machado, direto da praia carioca dos anos 70

Zezé Motta, atriz brasileira do teatro do cinema e da tv - esteve otima no filme Xica da Silva, direção de Carlos Diegues- na tv brilhou na novela CORPO A CORPO

Zezé Motta, atriz brasileira do teatro do cinema e da tv - esteve otima no filme Xica da Silva, direção de Carlos Diegues- na tv brilhou na novela CORPO A CORPO

Dina Sfat, linda e excepcional atriz brasileira

Dina Sfat, linda e excepcional atriz brasileira

Renata Sorrah e Dina Sfat

Renata Sorrah e Dina Sfat

Garota de Ipanema (Helô Pinheiro), Rio de Janeiro, 1960. Foto: © Milan Alram

Garota de Ipanema (Helô Pinheiro), Rio de Janeiro, 1960. Foto: © Milan Alram

Eva Tudor, Tônia Carreiro, Eva Wilma, Leila Diniz, Odete Lara e Norma Bengell, lutando contra a censura em plena ditadura militar (registro de 1968) | Foto: Ziraldo

Eva Tudor, Tônia Carreiro, Eva Wilma, Leila Diniz, Odete Lara e Norma Bengell, lutando contra a censura em plena ditadura militar (registro de 1968) | Foto: Ziraldo

A atriz Isaura Bruno é a primeira negra a protagonizar uma novela, interpretando Mamãe Dolores em "O Direito de Nascer" (1964).

A atriz Isaura Bruno é a primeira negra a protagonizar uma novela, interpretando Mamãe Dolores em "O Direito de Nascer" (1964).

A adaptação mais conhecida de "Sítio do Pica-Pau Amarelo", exportada para o mundo todo, foi exibida pela Rede Globo de 1977 a 1986.

A adaptação mais conhecida de "Sítio do Pica-Pau Amarelo", exportada para o mundo todo, foi exibida pela Rede Globo de 1977 a 1986.

Pinterest
Pesquisar