PALAVRIUM

Espaço mágico-criativo-literário de Paulo Rogério da Motta. Palavrium é... um universo de palavras.
37 Pins21 Seguidores
Poesia Romântica: Abismo e tempestade - Palavrium

Poesia: Abismo e tempestade, de Paulo Rogério da Motta - Vestido de aparência caminho na rua / Mas o vento sopra minha alma nua...

Poesia Mística: Caminho Zen - Palavrium

Poesia: Caminho Zen, de Paulo Rogério da Motta: Busco o que não alcanço, pois... / Se o alcançasse... / ...Não seria busca; / Seria posse. / Falo o que...

Começa um começo, poesia romântica de Paulo Rogério da Motta: Bela e bonita. / Um corpo perfeito. / Seios e anseios. / Ali o coração habita. / Bela e...

Começa um começo, poesia romântica de Paulo Rogério da Motta: Bela e bonita. & Um corpo perfeito. & Seios e anseios. & Ali o coração habita. & Bela e...

Soluço cósmico, poesia de Paulo Rogério da Motta: Um estrondo ressoa no infinito. / Em meio ao buraco negro surge a luz. / Tempo e espaço são unidos...

Soluço cósmico, poesia de Paulo Rogério da Motta: Um estrondo ressoa no infinito. & Em meio ao buraco negro surge a luz. & Tempo e espaço são unidos...

As três almas, uma pequena história do livro: Nascer para sonhar. Uma reflexão sobre a inquieta alma humana. A pergunta move o ser humano.

As três almas, uma pequena história do livro: Nascer para sonhar. Uma reflexão sobre a inquieta alma humana. A pergunta move o ser humano.

Futuro alternativo, poesia romântica de Paulo Rogério da Motta: Brinco de ser feliz / E lhe convido a brincar. / Você ri, / Diz que é adulta / E assim...

Futuro alternativo, poesia romântica de Paulo Rogério da Motta: Brinco de ser feliz & E lhe convido a brincar. & Você ri, & Diz que é adulta & E assim...

Quero ser estrela, este era o desejo de um pequeno ser que sonhava brilhar no céu. Sonhos e sonhos... Há sonho que para se realizar é preciso acordar...

Quero ser estrela, este era o desejo de um pequeno ser que sonhava brilhar no céu. Sonhos e sonhos... Há sonho que para se realizar é preciso acordar...

Sem ti, poesia romântica de Paulo Rogério da Motta: Sem ti / Não sei quem sou. / Sou um dia que passou. / Sem ti / Não enxergo a luz. / Como Cristo...

Sem ti, poesia romântica de Paulo Rogério da Motta: Sem ti & Não sei quem sou. & Sou um dia que passou. & Sem ti & Não enxergo a luz. & Como Cristo...

Anjos escondidos em ossos humanos: reflexões a partir do filme: Escrevendo uma nova vida. Os anjos se escondem nas ações humanas.

Anjos escondidos em ossos humanos: reflexões a partir do filme: Escrevendo uma nova vida. Os anjos se escondem nas ações humanas.

O antagonista de quase tudo, poesia de Paulo Rogério da Motta: Um dia já quis mudar o mundo / E assim tornei-me humilde / E rouco. / Rouco por gritar...

O antagonista de quase tudo, poesia de Paulo Rogério da Motta: Um dia já quis mudar o mundo & E assim tornei-me humilde & E rouco. & Rouco por gritar...

Pinterest
Pesquisar