Explore Mensagens, Evangelho e muito mais!

Amós Boiadeiro: Inspiração eterna  Sei que muita gente pensa o contrário, mas não vejo parâmetros para comparar as mensagens dos hinos antigos com os louvores gospel atuais. Apesar de pensar assim, não vou fechar questão sobre este aspecto da hinologia cristã no tempo, e fazer da meditação de hoje um programa de calouros para eleger quem canta mais ungido  ou mais inspirado.

Amós Boiadeiro: Inspiração eterna Sei que muita gente pensa o contrário, mas não vejo parâmetros para comparar as mensagens dos hinos antigos com os louvores gospel atuais. Apesar de pensar assim, não vou fechar questão sobre este aspecto da hinologia cristã no tempo, e fazer da meditação de hoje um programa de calouros para eleger quem canta mais ungido ou mais inspirado.

A declaração mais incisiva sobre a morte na Bíblia não nos vem através dos livros canônicos, e sim de um livro que até bem pouco tempo era chamado de apócrifo, o livro da Sabedoria. Essa pérola que a tradição atribui a Salomão possui fortes indícios que foi escrita entre os anos 100 e 20 antes de Cristo, por judeus de Alexandria, no Egito. Para o bem da verdade o autor fala e escreve nos capítulos 7 a 9 como se fora Salomão, rei de Israel, que reinou em Jerusalém no séc. X a. C.  E é por…

A declaração mais incisiva sobre a morte na Bíblia não nos vem através dos livros canônicos, e sim de um livro que até bem pouco tempo era chamado de apócrifo, o livro da Sabedoria. Essa pérola que a tradição atribui a Salomão possui fortes indícios que foi escrita entre os anos 100 e 20 antes de Cristo, por judeus de Alexandria, no Egito. Para o bem da verdade o autor fala e escreve nos capítulos 7 a 9 como se fora Salomão, rei de Israel, que reinou em Jerusalém no séc. X a. C. E é por…

Liturgia para a passagem do Advento para o Natal Esta proposta litúrgica visa ajudar as comunidades, ou as famílias, a marcarem a passagem do Advento para o Natal.

Liturgia para a passagem do Advento para o Natal Esta proposta litúrgica visa ajudar as comunidades, ou as famílias, a marcarem a passagem do Advento para o Natal.

Conquistando o impossível - YouTube

Conquistando o impossível - YouTube

O Que é a Mensagem da Cruz? III Hoje finalizaremos nossa série de pastorais sob o título "O que é a mensagem da cruz?" Já aprendemos pelo menos duas grandes características I Co 2.1-5 que evidenciam o seguinte:

O Que é a Mensagem da Cruz? III Hoje finalizaremos nossa série de pastorais sob o título "O que é a mensagem da cruz?" Já aprendemos pelo menos duas grandes características I Co 2.1-5 que evidenciam o seguinte:

Um prêmio para os velhos No seu bonito livro Quem Tem Medo de Envelhecer?, Magdalena Léa, minha querida amiga, registra uma série de verdades que merecem ser refletidas, especialmente por quem está vivendo o venturoso entardecer da vida. Eu pergunto, junto com a escritora: por que o medo de envelhecer? Por que evitar as próprias palavras velho e velhice?

Um prêmio para os velhos No seu bonito livro Quem Tem Medo de Envelhecer?, Magdalena Léa, minha querida amiga, registra uma série de verdades que merecem ser refletidas, especialmente por quem está vivendo o venturoso entardecer da vida. Eu pergunto, junto com a escritora: por que o medo de envelhecer? Por que evitar as próprias palavras velho e velhice?

A Prática Homilética de John Wesley II Conselho aos pregadores, 1º de agosto de 1786 (Minutes, 193-34) 1. Sempre conclua o culto em cerca de uma hora. 2. Nunca grite. 3. Nunca se apoie ou bata na Bíblia. 4. Onde quer que você pregue, reúna a Sociedade. […] 7. Nunca pregue um sermão fúnebre a não ser por uma pessoa eminentemente santa; nem, ainda, sem consultar o Assistente. Não pregue por dinheiro. Cuidado com panegíricos, particularmente em Londres. […].

A Prática Homilética de John Wesley II Conselho aos pregadores, 1º de agosto de 1786 (Minutes, 193-34) 1. Sempre conclua o culto em cerca de uma hora. 2. Nunca grite. 3. Nunca se apoie ou bata na Bíblia. 4. Onde quer que você pregue, reúna a Sociedade. […] 7. Nunca pregue um sermão fúnebre a não ser por uma pessoa eminentemente santa; nem, ainda, sem consultar o Assistente. Não pregue por dinheiro. Cuidado com panegíricos, particularmente em Londres. […].

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas …

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas …

Jesus orou III Depois de orar em favor dele mesmo, Jesus orou por seus discípulos. Lendo até o versículo 10 da passagem bíblica em questão, percebemos que sua intercessão a favor deles só tem sentido porque os amava de tal maneira que, antes mesmo de orar por eles, já havia lhes manifestado o nome do Pai e transmitido sua palavra. Além disso, guardava-os e protegia-os, de modo que residia neles a sua própria glorificação, uma vez que reconquistara para o Pai aqueles que já eram dele.

Jesus orou III Depois de orar em favor dele mesmo, Jesus orou por seus discípulos. Lendo até o versículo 10 da passagem bíblica em questão, percebemos que sua intercessão a favor deles só tem sentido porque os amava de tal maneira que, antes mesmo de orar por eles, já havia lhes manifestado o nome do Pai e transmitido sua palavra. Além disso, guardava-os e protegia-os, de modo que residia neles a sua própria glorificação, uma vez que reconquistara para o Pai aqueles que já eram dele.

Mistérios da Bíblia são Revelados através da Ciência   Moisés e o Êxodo

Mistérios da Bíblia são Revelados através da Ciência Moisés e o Êxodo

Pinterest
Pesquisar