Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

nada como beijar em um taxi

Sentir tudo de todas as maneiras, Viver tudo de todos os lados, Ser a mesma coisa de todos os modos possíveis ao mesmo tempo, Realizar em si toda a humanidade de todos os momentos Num só momento difuso, profuso, completo e longínquo. Fernando Pessoa

Não quero uma vida pequena, um amor pequeno, uma alegria que caiba dentro da bolsa. Eu quero mais que isso. Quero o que não vejo. Quero o que não entendo. Quero muito e quero sem fim....contigo!

O que vai ficar na fotografia, são os laços invisíveis que havia. As cores, figuras, motivos.