Explore Paulistano, Sao Paulo, and more!

Pesquisa Datafolha revela perfil do paulistano

Pesquisa Datafolha revela perfil do paulistano

Não existe amor em SP, é assim que começa a principal obra do raper Criolo Doido, em uma canção que põe em discussão a carência do ser paulistano, esse artista coloca nas rádios uma música melancólica, mas que conta a história de uma época na cidade de São Paulo, a época de hoje. Puxa uma cadeira que o assunto agora é Criolo e a inexistência do amor em SP...

criolo e a inexistência de amor em sp

Não existe amor em SP, é assim que começa a principal obra do raper Criolo Doido, em uma canção que põe em discussão a carência do ser paulistano, esse artista coloca nas rádios uma música melancólica, mas que conta a história de uma época na cidade de São Paulo, a época de hoje. Puxa uma cadeira que o assunto agora é Criolo e a inexistência do amor em SP...

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Paulistano pretende gastar mais de R$ 600 com presentes de Natal

Paulistano pretende gastar mais de R$ 600 com presentes de Natal

Paulistano, Presents For Friends, Christmas Presents, Shopping

Quem é de São Paulo certamente sabe que todo sábado rola uma feirinha no bairro da Liberdade, nosso “Japãozinho” paulistano. Barraquinhas no centro da praça, lojinhas com milhões de coisas gostosas na Rua Galvão Bueno, que é do lado, e restaurantes de babar. Passear na Liberdade de sábado é um dos meus programas preferidos. Toda …

amanhã é sábado... vamos dar uma voltinha na Liberdade

Quem é de São Paulo certamente sabe que todo sábado rola uma feirinha no bairro da Liberdade, nosso “Japãozinho” paulistano. Barraquinhas no centro da praça, lojinhas com milhões de coisas gostosas na Rua Galvão Bueno, que é do lado, e restaurantes de babar. Passear na Liberdade de sábado é um dos meus programas preferidos. Toda …

Correio Paulistano, first daily newspaper in Sao Paulo (Brazil)  Started at 26th June 1854 until 1963  http://www.correiopaulistano.com.br

Correio Paulistano, first daily newspaper in Sao Paulo (Brazil) Started at 26th June 1854 until 1963 http://www.correiopaulistano.com.br

Quando for a São Paulo, não posso deixar de ir experimentar esta Sanduíche de Mortadela no Mercado Municipal Paulistano.

São Paulo - Mercadão e o Sanduíche de Mortadela

Quando for a São Paulo, não posso deixar de ir experimentar esta Sanduíche de Mortadela no Mercado Municipal Paulistano.

Gilberto Dimenstein, jornalista e escritor, fundador da ONG Aprendiz e do site Catraca Livre, é um paulistano que optou por não usar o carro.

6 paulistanos que disseram não ao carro

Gilberto Dimenstein, jornalista e escritor, fundador da ONG Aprendiz e do site Catraca Livre, é um paulistano que optou por não usar o carro.

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

Municipal Market Paulistano - São Paulo City / São Paulo State / Brazil

"A maior parte dos paulistanos demora mais de uma hora da residência ao trabalho e vice versa. Ouvi uma notícia de que o paulistano passa, em média, um mês por ano no trânsito. Quem é daqui ou já tentou ir do aeroporto de Guarulhos para a Avenida Paulista sabe que isso não é nenhum exagero. Claro que todos deveriam preferir o transporte publico, certo? Errado. Aqui a onda — há uns 30 ou 40 anos, talvez — é ter carro. Cada um no seu, claro. Parado num semáforo é possível contar nos dedos os…

"A maior parte dos paulistanos demora mais de uma hora da residência ao trabalho e vice versa. Ouvi uma notícia de que o paulistano passa, em média, um mês por ano no trânsito. Quem é daqui ou já tentou ir do aeroporto de Guarulhos para a Avenida Paulista sabe que isso não é nenhum exagero. Claro que todos deveriam preferir o transporte publico, certo? Errado. Aqui a onda — há uns 30 ou 40 anos, talvez — é ter carro. Cada um no seu, claro. Parado num semáforo é possível contar nos dedos os…

Pinterest
Search