Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Popó Freitas, Melhores Lutadores e muito mais!

Veja 20 mitos do esporte que despontaram no Pan

Acelino "Popó" Freitas - Popó fez vítimas no Pan de Mar del Plata 1995. Após a prata nos ringues argentinos, largou o amadorismo e decidiu se empenhar na conquista do cinturão mundial, feito que conseguiu em 1999, ao bater o cazaque Anatoly Alexandrov por nocaute e se sagrar o melhor entre os Leves.

Veja 20 mitos do esporte que despontaram no Pan

Gustavo Kuerten - Nos Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata-1995, o tenista Gustavo Kuerten ganhou os holofotes mais por conta da aparência, pouca ortodoxa para um tenista, do que pelos resultados em quadra. Dois anos depois, o mesmo garoto de cabelos desgrenhados, pinta de surfista e golpes desconcertantes abocanhou o trofeu de Roland Garros. Guga venceria ainda por mais duas vezes o nobre torneio francês.

Giba diz que se sentiu bem após primeiro treino coletivo com a seleção

Giba

Joaquim Cruz, campeão olímpico dos 800 metros nas Olimpíadas de Los Angeles de 1984, medalha de prata na mesma prova nas Olimpíadas de Seul de 1988 e por duas vezes campeão pan-americano, em Indianápolis, 1987 e Mar del Plata, 1995.

Veja 20 mitos do esporte que despontaram no Pan

Wanderley Cordeiro de Lima - Bicampeão da maratona nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg 1999 e Santo Domingo 2003, Wanderley Cordeiro responde por uma das trajetórias mais heroicas da história recente da Olimpíada. Em Atenas 2004, foi agredido em plena disputa por um fanático religioso, mas se recompôs e cruzou a linha de chegada a tempo de levar o bronze.

Campeões de 1958 são homenageados na Suécia

Pelé exibe foto da vitória de 1958

Fala-se de Fernando Meligeni como um brasileiro mais brasileiro do que a maioria. Isso porque o ex-tenista, hoje com 41 anos, não apenas é brasileiro, mas escolheu sê-lo. Nascido em Buenos Aires, Fininho se mudou com os pais para o Brasil ainda quando criança e sempre deixou claro quanto era brasileiro - fosse disputando 29 partidas da Copa Davis pelo país, fosse vencendo a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de 2003 e se enrolando, às lágrimas, na bandeira verde e amarela.