Explore Ibirapuera Park, Museu e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

Oca- Museu de Arte Moderna de São Paulo (1951)

Oca- Museu de Arte Moderna de São Paulo (1951)

Pavilhão da Bienal Parque do Ibirapuera Oscar Niemeyer Architecture Series by Dré Batista, via Flickr

Pavilhão da Bienal Parque do Ibirapuera Oscar Niemeyer Architecture Series by Dré Batista, via Flickr

Palácio da Alvorada - Brasília / DF

Palácio da Alvorada - Brasília / DF

Casa na árvore de espelhos

Casa na árvore de espelhos

Edifício Copan - São Paulo / SP

Conheça alguns dos marcos arquitetônicos da cidade de São Paulo

Edifício Copan - São Paulo / SP

Pavilhão da Bienal Parque do Ibirapuera Oscar Niemeyer Architecture Series by Dré Batista, via Flickr

Pavilhão da Bienal Parque do Ibirapuera Oscar Niemeyer Architecture Series by Dré Batista, via Flickr

Palácio do Planalto, Brasília / BR  Furniture Sérgio Rodrigues

Palácio do Planalto, Brasília / BR Furniture Sérgio Rodrigues

© Fran Parente© Fran Parente© Fran Parente© Fran Parente O projeto consiste na transformação de um apartamento 140m² com a divisão original (três q...

Apartamento no Copan / Felipe Hess & Renata Pedrosa

© Fran Parente© Fran Parente© Fran Parente© Fran Parente O projeto consiste na transformação de um apartamento 140m² com a divisão original (três q...

Igreja da Pampulha - Belo Horizonte/MG

Igreja da Pampulha - Belo Horizonte/MG

Ibirapuera, 1951, São Paulo  O parque público de São Paulo, construído para ser o marco principal das comemorações do quarto centenário da cidade – e, portanto, inaugurado em 1954 — , possui um volume singular. Sua marquise faz uma ode à liberdade da forma, conectando os pavilhões, os espaços culturais e os de lazer do complexo. O conjunto, no entanto, só foi completado mesmo em 2005, com a inauguração do Auditório Ibirapuera, que não saíra do papel nos anos 1950.

Oscar Niemeyer: as 15 maiores obras

Ibirapuera, 1951, São Paulo O parque público de São Paulo, construído para ser o marco principal das comemorações do quarto centenário da cidade – e, portanto, inaugurado em 1954 — , possui um volume singular. Sua marquise faz uma ode à liberdade da forma, conectando os pavilhões, os espaços culturais e os de lazer do complexo. O conjunto, no entanto, só foi completado mesmo em 2005, com a inauguração do Auditório Ibirapuera, que não saíra do papel nos anos 1950.

Pinterest
Pesquisar