Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Botafogo Futebol, Regatas e muito mais!

Baixinho veloz e ágil, Nilo Murtinho Braga era técnico ao extremo. Nos dois sentidos da palavra. Em campo, tinha todos os fundamentos. Fora dele, na década de 30, ajudou o clube como auxiliar-técnico. Nilo teve quase 20 anos de Glorioso. Poderia ter sido mais. Em 1922, quando seu tio deixou o clube por desavenças políticas, o craque também se afastou.

Elza e Garrincha: a união romântica do futebol e samba

O caso amoroso mais conhecido entre jogadores de futebol e artistas do samba foi entre Mané Garrincha, atacante do Botafogo, e a sambista Elza Soares. Os dois se conheceram em 1962, quando ela foi ver um treino da Seleção em Friburgo antes da Copa do Mundo, no Chile.

Revelado em General Severiano, Jairzinho herdou e honrou a camisa 7 de Garrincha no Botafogo, na segunda metade dos anos 60 e início dos 70. No Mundial do México, em 1970, foi o artilheiro do Brasil, com 7 gols (marcando em todas as partidas), e ganhou o apelido de "Furacão da Copa", por sua velocidade e disposição. Em 404 partidas pelo Botafogo, marcou 189 gols.

Botafogo F.R. on

Hoje é aniversário de um dos nossos ídolos eternos, Amarildo, o possesso.

Dono de um gênio intempestivo que muitas vezes o fazia ser expulso de campo e lhe trazia muitos inimigos, Heleno, apelidado de Gilda, por seu temperamento, foi o símbolo de um Botafogo guerreiro, que nunca se dava por vencido. Chegou ao time principal do Botafogo em 1937, com a responsabilidade de substituir o ídolo Carvalho Leite (goleador do tetracampeonato estadual, de 1932 a 35) e não decepcionou a torcida, com grande habilidade e excelente cabeceio.

Botafogo de Futebol e Regatas - General Headquarters. Severiano, the 70s, in the…

Nílton Santos, futebolista brasileiro, lateral-esquerdo,. eleito pela Fifa como o melhor lateral-esquerdo de todos os tempos. Jogou pela seleção brasileira em 1950, 1954, 1958 e 1962, tendo sido bicampeão nas duas últimas.Chamado de "A Enciclopédia" por conhecimentos sobre o futebol e por ser um jogador completo. Foi precursor em arriscar subidas ao ataque. Revolucionou a posição de lateral-esquerdo, utilizando-se de sua versatilidade ao defender e atacar, inclusive marcando gols.

Leo Russo on

Que Deus o tenha Mazolinha.

Dentro da Área, fazia gol de qualquer jeito. Com bom posicionamento, marcava gols "fáceis", aproveitava bem o cochilo dos zagueiros adversários. Último grande ídolo do Botafogo até os dias de hoje, foi o principal responsável pela conquista inédita do Brasileirão de 1995. Marqueteiro de primeira, vivia dando nome aos gols (os quais prometia e quase sempre cumpria) e promoveu rivalidades. Se proclamou o "Rei do Rio". Túlio "Maravilha"