Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Maior Tragédia, Pessoas Http e muito mais!

Galileu – JAN 2016 – Rio de Lama – Percorremos Mariana e a bacia do Rio Doce um mês após a maior tragédia ambiental do país para contar como o rompimento da barragem, que liberou milhões de metros cúbicos de rejeitos da mineradora Samarco, afetou a vidas das pessoas. http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2015/11/e-oficial-o-rio-doce-esta-completamente-morto.html

de HuffPost Brasil

Imagens impressionantes da maior tragédia ambiental do País

Mais de duas semanas depois do rompimento da barragem em Mariana (MG) o desastre ambiental continua em andamento. O tsunami de lama atravessou Minas Gerais, chegou no Espírito Santo e já

de UOL Notícias

Parte das ruínas de Mariana será alagada

Prefeitura de Mariana

Galileu – JAN 2016 – Rio de Lama – Percorremos Mariana e a bacia do Rio Doce um mês após a maior tragédia ambiental do país para contar como o rompimento da barragem, que liberou milhões de metros cúbicos de rejeitos da mineradora Samarco, afetou a vidas das pessoas. http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2015/11/e-oficial-o-rio-doce-esta-completamente-morto.html

Galileu – JAN 2016 – Rio de Lama – Percorremos Mariana e a bacia do Rio Doce um mês após a maior tragédia ambiental do país para contar como o rompimento da barragem, que liberou milhões de metros cúbicos de rejeitos da mineradora Samarco, afetou a vidas das pessoas. http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2015/11/e-oficial-o-rio-doce-esta-completamente-morto.html

Galileu – JAN 2016 – Rio de Lama – Percorremos Mariana e a bacia do Rio Doce um mês após a maior tragédia ambiental do país para contar como o rompimento da barragem, que liberou milhões de metros cúbicos de rejeitos da mineradora Samarco, afetou a vidas das pessoas. http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2015/11/e-oficial-o-rio-doce-esta-completamente-morto.html

Galileu – JAN 2016 – Rio de Lama – Percorremos Mariana e a bacia do Rio Doce um mês após a maior tragédia ambiental do país para contar como o rompimento da barragem, que liberou milhões de metros cúbicos de rejeitos da mineradora Samarco, afetou a vidas das pessoas. http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2015/11/e-oficial-o-rio-doce-esta-completamente-morto.html

FACEBOOK | http://ift.tt/1LPHrUU TWITTER | https://twitter.com/bandatopaz INSTAGRAM: http://ift.tt/24wSwG7 __________________________ ___________________________ A gente tem algo em comum nós dois Nos odiamos de uma forma que Nem dá pra demonstrar com raiva Maior que todas as palavras A gente tem algo em comum nós dois Nos odiamos de uma forma que Nem dá pra demonstrar com raiva Maior que todas as palavras Que já habitaram esse mundo hostil E olha que tem gente ruim aqui Equivalente ao…

Galileu – JAN 2016 – Rio de Lama – Percorremos Mariana e a bacia do Rio Doce um mês após a maior tragédia ambiental do país para contar como o rompimento da barragem, que liberou milhões de metros cúbicos de rejeitos da mineradora Samarco, afetou a vidas das pessoas. http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2015/11/e-oficial-o-rio-doce-esta-completamente-morto.html