Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Construção Dessa, Lendo Raquo e muito mais!

de Catraca Livre

Espetáculo Pororoca em cartaz no Centro Cultural Fiesp

De 16 de setembro à 19 de dezembro fica em cartaz no Mezanino do Centro Cultural da Fiesp - Ruth Cardoso o espetáculo Pororoca, de Zen Salles. A entrada é Catraca Livre. O autor maranhense foi buscar nas lendas e mitos de sua terra natal a matéria-prima para a construção dessa peça, narrando todo o...<br /><a class="more-link" href="https://catracalivre.com.br/geral/agenda/barato/espetaculo-pororoca-em-cartaz-no-centro-cultural-fiesp/">Continue lendo »</a>

de Catraca Livre

HQ mostra a luta dos índios Munduruku contra construção de hidrelétrica no Tapajós

A quarta edição da revista Greenpeace, disponível no site da organização, traz a história em quadrinhos sobre a luta dos índios Munduruku contra a construção de um complexo de cinco hidrelétricas nos rios Tapajós e Jamanxim. A obra pode alagar a terra indígena Sawré Muybu, além de trazer impactos sociais e ambientais graves para a região. O resto dessa história...<br /><a class="more-link"…

de Catraca Livre

Por que a Torre de Pisa é inclinada? Descubra o motivo

Torre de Pisa

de Revista Fórum Semanal

Feminismo negro: sobre minorias dentro da minoria

Feminismo negro: sobre minorias dentro da minoria - Revista Fórum Semanal

O povo Munduruku luta para salvar o rio Tapajós, do qual depende para viver. A resistência destes índios é contada neste especial em um formato diferente: em quadrinhos assinados por Alexandre de Maio e Júlia Zanolli. O conteúdo também engloba uma matéria sobre a canoada Bye Bye, Xingu, além das ações mais recentes apoiadas pelo Greenpeace para poupar a bacia do Rio Tapajós da construção de hidreéticas.

munduruku - guerreiros de frente

A essência da vida. Se construída, a hidrelétrica São Luiz do Tapajós ficará nesse trecho do rio, que tem águas verde-azuladas, corredeiras, praias, cachoeiras e igarapés. Os reservatórios poderão inundar até 7% da Terra Indígena Sawré Muybu. Para os mundurukus, o barramento do rio significa a perda de território e dos meios de subsistência, além de piorar qualidade da água e interferir na reprodução dos peixes.

VII Corrida de Bonecos Gigantes - Carnaval 2012

una joven hermosa de la tribu Wayuu de #Colombia. (photo by Luis Miguel)