Explore Orquestra, Manaus e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

A oportunidade de interagir com o público, disseminar alegria e divulgar seu trabalho artístico. É assim que muitos dos artistas circenses do Amazonas enxergam iniciativas como o 'Projeto Especial Circo na Praça', que ocupa, entre 13 e 18 de agosto, diversos espaços culturais de Manaus. A programação varia entre apresentações infantis, com o palhaço Lero...<br /><a class="more-link"…

O picadeiro e a rua: artistas ocupam a cidade

A oportunidade de interagir com o público, disseminar alegria e divulgar seu trabalho artístico. É assim que muitos dos artistas circenses do Amazonas enxergam iniciativas como o 'Projeto Especial Circo na Praça', que ocupa, entre 13 e 18 de agosto, diversos espaços culturais de Manaus. A programação varia entre apresentações infantis, com o palhaço Lero...<br /><a class="more-link"…

Os rumos da literatura brasileira serão discutidos entre os dias 17 de agosto e 1º de setembro, a partir das 10h, no festival A Letra e A Voz. A programação conta com palestras, lançamento de livros, oficinas, entre outras atrações.

Festival de literatura 'A Letra e A Voz' tem atrações diárias

Os rumos da literatura brasileira serão discutidos entre os dias 17 de agosto e 1º de setembro, a partir das 10h, no festival A Letra e A Voz. A programação conta com palestras, lançamento de livros, oficinas, entre outras atrações.

"Movida Circo" cria primeiro circuito gaúcho de arte circense

Primeiro espetáculo do Núcleo de Dança Artrupe, 'Viva La Zona!' põe em cena os aspectos atuais da realidade manauara, dia 23 de agosto, no Café Teatro. Com direção de Hamyle Nobre, os artifícios de dança "compõem uma visualidade onde elementos simbólicos manifestam o mosaico de contradições que cerca o homem urbano-amazônico, espelhando sua construção identitária peculiar".

Espetáculo de dança retrata a realidade manauara no Café Teatro

Primeiro espetáculo do Núcleo de Dança Artrupe, 'Viva La Zona!' põe em cena os aspectos atuais da realidade manauara, dia 23 de agosto, no Café Teatro. Com direção de Hamyle Nobre, os artifícios de dança "compõem uma visualidade onde elementos simbólicos manifestam o mosaico de contradições que cerca o homem urbano-amazônico, espelhando sua construção identitária peculiar".

O 4ª edição do Festival da Canção Francesa vem recebendo inscrições desde junho e já possui dez concorrentes selecionados para a fase regional São Paulo. Em 31 de agosto, às 19h30, eles se apresentam ao vivo no Teatro da Aliança Francesa, acompanhados por uma banda. A entrada é Catraca Livre.

4ª edição do Festival da Canção Francesa tem entrada gratuita

O 4ª edição do Festival da Canção Francesa vem recebendo inscrições desde junho e já possui dez concorrentes selecionados para a fase regional São Paulo. Em 31 de agosto, às 19h30, eles se apresentam ao vivo no Teatro da Aliança Francesa, acompanhados por uma banda. A entrada é Catraca Livre.

Uma história de amor, escolhas e perdas inevitáveis é o que o público pode esperar de  “Antes que o Holofote se Apague”, peça que tem como ponto de partida a canção “Beatriz”, de Chico Buarque e Edu Lobo, em cartaz até o dia 30 de agosto, todas as sextas, às 21h30, na Sala Experimental do Teatro Augusta.

Leitor paga só R$ 15 para ver peça inspirada em canção de Chico Burque

Uma história de amor, escolhas e perdas inevitáveis é o que o público pode esperar de “Antes que o Holofote se Apague”, peça que tem como ponto de partida a canção “Beatriz”, de Chico Buarque e Edu Lobo, em cartaz até o dia 30 de agosto, todas as sextas, às 21h30, na Sala Experimental do Teatro Augusta.

Com 22 peças e 30 coreografias de até 10 minutos, a 11ª edição do Festival Estudantil de Teatro e Dança do Recife acontece até o dia 31, nos teatros Apolo e Barreto Júnior. O festival reúne estudantes de nove cidades pernambucanas. Os ingressos custam R$ 6.

11º Festival Estudantil de Teatro e Dança descobre novos talentos

Com 22 peças e 30 coreografias de até 10 minutos, a 11ª edição do Festival Estudantil de Teatro e Dança do Recife acontece até o dia 31, nos teatros Apolo e Barreto Júnior. O festival reúne estudantes de nove cidades pernambucanas. Os ingressos custam R$ 6.

No dia 31, a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana se apresenta no Teatro do Sesc Santo André, com  o melhor do Ska, Rocksteady e do Early Reggae. O público poderá conferir  versões de grandes clássicos da música brasileira, como “Águas de março”, “Garota de Ipanema” e “Carinhoso”, em ritmos jamaicanos criados nas décadas de 50...<br /><a class="more-link" href="https://catracalivre.com.br/geral/agenda/barato/obmj-fecha-o-mes-com-chave-de-ouro-em-santo-andre/">Continue lendo »</a>

OBMJ fecha o mês com chave de ouro em Santo André

No dia 31, a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana se apresenta no Teatro do Sesc Santo André, com o melhor do Ska, Rocksteady e do Early Reggae. O público poderá conferir versões de grandes clássicos da música brasileira, como “Águas de março”, “Garota de Ipanema” e “Carinhoso”, em ritmos jamaicanos criados nas décadas de 50...<br /><a class="more-link" href="https://catracalivre.com.br/geral/agenda/barato/obmj-fecha-o-mes-com-chave-de-ouro-em-santo-andre/">Continue lendo »</a>

Pinterest
Pesquisar