Explore Vinhos, Sobremesa e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

Vin cuit: o vinho de sobremesa típico da Provence!

Vin cuit: o vinho de sobremesa típico da Provence!

Mais uma vez, a Moscatel romena, Tamaioasa Romaneasca, porém feita em estilo seco. E apesar de muito diferente do demidulce, é igualmente complexo e delicioso. http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/10/artisan-tamaioasa-romaneasca-sec.html

Mais uma vez, a Moscatel romena, Tamaioasa Romaneasca, porém feita em estilo seco. E apesar de muito diferente do demidulce, é igualmente complexo e delicioso. http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/10/artisan-tamaioasa-romaneasca-sec.html

É raro, mas existem vinhos rosés feitos para envelhecer. Este, produzido pelo Château Simone, na Provence, tinha 9 anos de idade. O que esperar de um vinho assim? Clique, e veja o texto no blog!

É raro, mas existem vinhos rosés feitos para envelhecer. Este, produzido pelo Château Simone, na Provence, tinha 9 anos de idade. O que esperar de um vinho assim? Clique, e veja o texto no blog!

Mais um vinho búlgaro. Feito de variedades típicas da Bulgária, é leve, fresco e muito floral. É o Logodaj Bijoux.

Mais um vinho búlgaro. Feito de variedades típicas da Bulgária, é leve, fresco e muito floral. É o Logodaj Bijoux.

Bellet, o vinho da cidade de Nice.

Bellet, o vinho da cidade de Nice.

A D.O.P. Patras (Grécia) é sinônimo de vinhos brancos secos feitos com a uva Roditis. Esta uva é rosada, mas o vinho é feito sem maceração, resultando em um branco encorpado.

A D.O.P. Patras (Grécia) é sinônimo de vinhos brancos secos feitos com a uva Roditis. Esta uva é rosada, mas o vinho é feito sem maceração, resultando em um branco encorpado.

O Château de Bellet Baron G Rosé não lembra um rosé típico da Provence. Tem cor mais escura, menos frescor, e aroma mais adocicado.

O Château de Bellet Baron G Rosé não lembra um rosé típico da Provence. Tem cor mais escura, menos frescor, e aroma mais adocicado.

Vernaccia di Oristano: uma variedade nativa da Sicilia, usada para fazer um vinho muito curioso, a resposta da Sicilia aos vinhos de Jerez. Se gosta de Jerez, tem que conhecer a Vernaccia di Oristano. http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/10/silvio-carta-vernaccia-di-oristano-riserva.html

Vernaccia di Oristano: uma variedade nativa da Sicilia, usada para fazer um vinho muito curioso, a resposta da Sicilia aos vinhos de Jerez. Se gosta de Jerez, tem que conhecer a Vernaccia di Oristano. http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/10/silvio-carta-vernaccia-di-oristano-riserva.html

Um prato clássico da Provence: a Daube Provençale.

Um prato clássico da Provence: a Daube Provençale.

Ortega não é das variedades mais conhecidas da Alemanha. Mas o Domaine Ludwig Wagner deixou que elas se passificassem no pé, para produzir seu vinho mais especial: um Trockenbeerenauslese.  http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2016/05/ludwig-wagner-sohn-ortega-tba-2009.html

Ortega não é das variedades mais conhecidas da Alemanha. Mas o Domaine Ludwig Wagner deixou que elas se passificassem no pé, para produzir seu vinho mais especial: um Trockenbeerenauslese. http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2016/05/ludwig-wagner-sohn-ortega-tba-2009.html

Pinterest
Pesquisar