Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Jardins Plantas, Maior Exposição e muito mais!

Maior Exposição de Orquídeas de SP traz mil plantas

Preparamos uma seleção das espécies mais encantadoras para você escolher qual será a próxima orquídea a enfeitar sua casa

Orquídea tigre, Grammatophyllum speciosum, a maior orquídea do mundo, no Jardim Botânico do Brooklyn, no condado de Brooklyn, estado de Nova York, USA. Fotografia: Dave Allen.

Flores e folhas da orquídea Acianthera aphthosa. A ocorrência da espécie é endêmica do Brasil, ocorrendo no sul e sudeste do país. Alguns autores destacam que também são encontradas na América Central e Norte da América do Sul. Fotografia e informações: Luiz Filipe Klein Varella & Jacques Klein.

Inflorescências da orquídea Habenaria repens, conhecida como Orquídea Aranha da Água. Esta espécies de orquídeas tem sido conhecida por formar esteiras flutuantes em poças de água estagnada, pântanos, lagoas. Produz 3-8 folhas verde-amareladas, que surgem a partir do tronco e, gradualmente, diminuem de tamanho para a inflorescência. Fotografia: Jim Fowler.

Diversas Havenaria repens floridas em meio à vegetação aquática. A orquídea Habenaria repens, conhecida como Orquídea Aranha da Água, vegeta preferencialmente em brejos e margens de lagos, tendo comportamento de planta aquática. Na foto podemos observá-la vegetando com aguapés, o que comprova seu comportamento aquático. Fotografia: Kerry Dressler.

Flores da orquídea Acianthera aphthosa, observando-se duas formas de colorido das mesmas. Fotografia e informações: Luiz Filipe Klein Varella & Jacques Klein.

Ophrys lacaitae. Fotografia: perillimatteo no Flickr.

Espécime da orquídea Acianthera aphthosa em seu habitat. Espécie típica da Mata Atlântica, no Brasil, é uma planta vigorosa, com caules de até 17 cm e folhas de comprimento próximo disso, o que proporciona espécimes geralmente com altura de mais de 30 cm, em touceiras isoladas de até 20 folhas. Fotografia e informações: Luiz Filipe Klein Varella & Jacques Klein.

Como fazer um SPA para orquídeas desidratadas e sem raizes. Fotografia: Lúcio Ximenes Alves Ferrari Cortes Luciodon.

Flores e botões da orquídea Acianthera aphthosa. Devido ao mau odor que as flores exalam, uma de suas sinonímias é justamente Pleurothallis foetens (= Pleurothallis que cheira mal, Pleurothallis fétida). Trata-se de característica da planta, com o evidente propósito de atrair polinizadores. Fotografia: Luiz Filipe Klein Varella & Jacques Klein.