Explore these ideas and more!

Explore related topics

Essa é uma uva nativa da Itália. Na Sicília, chama-se Inzolia. Na Toscana, chama-se Ansonica. Atribui-se a origem da Inzolia à Sicília, maior ilha do Mediterrâneo, mas há estudiosos que tentam relacionar o nascimento da Inzolia à Grécia. E há quem afirme ser possível rastrear sua origem na Normandia. Não há consenso sobre o tema.

Inzolia

Essa é uma uva nativa da Itália. Na Sicília, chama-se Inzolia. Na Toscana, chama-se Ansonica. Atribui-se a origem da Inzolia à Sicília, maior ilha do Mediterrâneo, mas há estudiosos que tentam relacionar o nascimento da Inzolia à Grécia. E há quem afirme ser possível rastrear sua origem na Normandia. Não há consenso sobre o tema.

alemdovinho.files.wordpress.com 2015 09 uva-montepulciano.jpg

What can 5 years living in Abruzzo bring? A deep falling in love with Montepulciano d’Abruzzo wine: a red that is made from fat & juicy Montepulciano grapes

Primeiro a pronúncia! Diga “Chas-si-lá”. Agora, vamos à uva... Existem teorias que ela seria originária do Egito, ou então da comuna francesa chamada Chasselas, que fica na região da Borgonha. O fato é que Chasselas é uma cepa branca cultivada em toda a Europa Central, mas que encontrou sua casa e seu local de destaque, definitivamente, na Suíça, onde ela virou a uva emblemática do país!

Chasselas

Primeiro a pronúncia! Diga “Chas-si-lá”. Agora, vamos à uva... Existem teorias que ela seria originária do Egito, ou então da comuna francesa chamada Chasselas, que fica na região da Borgonha. O fato é que Chasselas é uma cepa branca cultivada em toda a Europa Central, mas que encontrou sua casa e seu local de destaque, definitivamente, na Suíça, onde ela virou a uva emblemática do país!

Graciano é uma cepa típica de Rioja, e é considerada por muitos como a mais interessante da região, à frente até da Tempranillo, principal uva de Rioja e da Espanha! É chamada, também de Morrastrel e de Tinta Miúda.

Graciano

Graciano é uma cepa típica de Rioja, e é considerada por muitos como a mais interessante da região, à frente até da Tempranillo, principal uva de Rioja e da Espanha! É chamada, também de Morrastrel e de Tinta Miúda.

Uva Viura / Macabeo / Maccabéo ou Macabeus

Uva Viura / Macabeo / Maccabéo ou Macabeus

A origem desse nome é bem interessante. Apesar de a uva ser clara, seu nome vem da palavra francesa roux, que significa vermelho. Isso porque a variedade, ao amadurecer, adquire uma cor castanho-avermelhada.

Roussanne

A origem desse nome é bem interessante. Apesar de a uva ser clara, seu nome vem da palavra francesa roux, que significa vermelho. Isso porque a variedade, ao amadurecer, adquire uma cor castanho-avermelhada.

O nome é esquisito, mas a cepa é interessante. Conheça Catarratto. Essa é a variedade mais plantada em toda a Sicília, cobrindo cerca de 60% das vinhas da ilha. E costuma ser citada como a segunda uva mais plantada em toda a Itália, ficando atrás apenas da tinta Sangiovese.

Catarratto

O nome é esquisito, mas a cepa é interessante. Conheça Catarratto. Essa é a variedade mais plantada em toda a Sicília, cobrindo cerca de 60% das vinhas da ilha. E costuma ser citada como a segunda uva mais plantada em toda a Itália, ficando atrás apenas da tinta Sangiovese.

Para pronunciar o nome dessa uva, diga “falanguina”, e capriche no sotaque italiano...  Essa é uma cepa muito antiga, supostamente de origem grega. E, mesmo a OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho) não reconhecendo nenhum sinônimo oficial para seu nome, não é difícil encontrá-la sendo chamada de Falanghina Grega.

Falanghina

Para pronunciar o nome dessa uva, diga “falanguina”, e capriche no sotaque italiano... Essa é uma cepa muito antiga, supostamente de origem grega. E, mesmo a OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho) não reconhecendo nenhum sinônimo oficial para seu nome, não é difícil encontrá-la sendo chamada de Falanghina Grega.

País

País

Essa é uma uva surpreendente. Quando o assunto é Saperavi, surpresa é o que não falta... Primeiro vamos ao nome. Saperavi quer dizer “corante” ou “tintura”. A Saperavi é uma das poucas uvas tintureiras, aquelas possuem antocianinas, ou pigmentos vermelhos, também na polpa, e não apenas na casca.

Saperavi

Essa é uma uva surpreendente. Quando o assunto é Saperavi, surpresa é o que não falta... Primeiro vamos ao nome. Saperavi quer dizer “corante” ou “tintura”. A Saperavi é uma das poucas uvas tintureiras, aquelas possuem antocianinas, ou pigmentos vermelhos, também na polpa, e não apenas na casca.

Sua origem é creditada à Grécia, o que explica, inclusive, seu  nome. Mas é considerada uma das muitas uvas nativas italianas, tamanha a tradição de seu cultivo no país, na região da Umbria e nos vizinhos Lazio e Toscana. Na verdade, a suposta origem grega dessa uva carece de maior validação científica, para ser aceita, visto que algumas pesquisas genéticas já realizadas contestam essa teoria...

Grechetto

Sua origem é creditada à Grécia, o que explica, inclusive, seu nome. Mas é considerada uma das muitas uvas nativas italianas, tamanha a tradição de seu cultivo no país, na região da Umbria e nos vizinhos Lazio e Toscana. Na verdade, a suposta origem grega dessa uva carece de maior validação científica, para ser aceita, visto que algumas pesquisas genéticas já realizadas contestam essa teoria...

Nero di Troia. Engana-se quem pensa que essa uva vem da mesma cidade da história do cavalo, o de Troia. A antiga cidade grega que levava esse nome, onde ocorreu a Guerra de Troia descrita na Ilíada, fica na Turquia. E o assunto, aqui, é uma uva considerada nativa da Itália.

Nero di Troia

Nero di Troia. Engana-se quem pensa que essa uva vem da mesma cidade da história do cavalo, o de Troia. A antiga cidade grega que levava esse nome, onde ocorreu a Guerra de Troia descrita na Ilíada, fica na Turquia. E o assunto, aqui, é uma uva considerada nativa da Itália.

Quando o nome é diferente, nada como começar pela pronúncia, na nossa opinião. O nome dessa uva, Grüner Veltliner, se pronuncia “gruna velt-lina”. Agora, um pouco de história... Grüner Veltliner é a uva mais importante da Áustria, ocupando cerca de 1/3 de todos os vinhedos do país.

Grüner Veltliner

Quando o nome é diferente, nada como começar pela pronúncia, na nossa opinião. O nome dessa uva, Grüner Veltliner, se pronuncia “gruna velt-lina”. Agora, um pouco de história... Grüner Veltliner é a uva mais importante da Áustria, ocupando cerca de 1/3 de todos os vinhedos do país.

Essa é uma casta originária da Espanha, onde é mais conhecida como Monastrell e onde é a segunda uva mais cultivada. Mas a Mourvèdre desenvolveu-se também muito bem na França, na Austrália, na Califórnia e em Portugal, onde também é chamada de Mataró. Na França, o efeito seco no palato lhe rendeu um apelido: Etrangle-Chien, algo como um cachorro estrangulador.

Mourvèdre

Essa é uma casta originária da Espanha, onde é mais conhecida como Monastrell e onde é a segunda uva mais cultivada. Mas a Mourvèdre desenvolveu-se também muito bem na França, na Austrália, na Califórnia e em Portugal, onde também é chamada de Mataró. Na França, o efeito seco no palato lhe rendeu um apelido: Etrangle-Chien, algo como um cachorro estrangulador.

Dornfelder: uma variedade de uva tinta, da Alemanha, para surpreender quem acredita que os alemães produzem apenas vinhos brancos!

Dornfelder

Dornfelder: uma variedade de uva tinta, da Alemanha, para surpreender quem acredita que os alemães produzem apenas vinhos brancos!

Essa uva foi criada em 1882, por Herman Müller, um suíço nascido em Thurgau (ou Turgóvia). Daí seu nome: Müller-Thurgau.

Müller-Thurgau

Essa uva foi criada em 1882, por Herman Müller, um suíço nascido em Thurgau (ou Turgóvia). Daí seu nome: Müller-Thurgau.

Pinterest
Search