Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Barquinho, Vem e muito mais!

de Bouquet de Cravos & Conchavos

Ivan Cruz

represa_e_barquinho_de_papel

Maysa - Barquinho (Disponível para Download no Blog)

de TempoJunto

20 Brincadeiras refrescantes para um dia quente

Barquinho de caixinha

de OBVIOUS

a metáfora do barquinho

Um pequeno detalhe que fez toda diferença para aqueles que olham um filme como um todo. Um detalhe que deu vida ao início e ao fim de "Flores Raras". Duas cenas, de um único personagem, que metaforicamente abrilhantaram ainda mais nossos olhos diante desta intensa história real. http://obviousmag.org/fritei_mas_nao_consegui_dar_um_nome/2015/a-metafora-do-barquinho.html

Seria você o vento? Ou um barquinho de papel? Esperando um impulso novo Um abraço apertado Uma segunda-feira alheia Uma brincadeira Pra então você navegar Sair zarpando desse cercado Dessa cidade invisível De concreto armado E recitar no meu ouvido Uma prece, uma cantiga Uma promessa tão linda Que te desdobre no tempo Te transforme no meu vento Pra então você me levar E me bastar Me ganhar E me flutuar

http://blogdoluizdomingues2.blogspot.com.br/2014/12/o-barquinho-na-enseada-de-botafogo-por.html Em sua nova crônica publicada em meu Blog 2, o escritor Marcelino Rodriguez nos fala de um diálogo entre amigos, no Rio de Janeiro. Confira !

Maysa. Cantora e compositora. Nasceu em 06.06.36, e há controvérsias sobre se teria sido em São Paulo ou Rio de Janeiro. Em vídeo, ela própria declara que foi no Rio. Faleceu num desastre na Ponte Rio-Niterói, em 22.01.77. Algumas músicas autorais: Ouça, Meu Mundo Caiu, Resposta, Tarde Triste. Interpretações: O Barquinho (de Ronaldo Bôscoli e Roberto Menescal), A Noite do Meu Bem (de Dolores Duran). Veja www.postermpb.com.br

O barquinho vai, e a tardinha cai...

Nara Leão. Cantora, nasceu em Vitória (ES) em 19.01.42, faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 07.06.89. Algumas músicas: Opinião (de Zé Keti), Diz que fui por aí (de Zé Keti e Hortêncio Rocha), O barquinho (de Ronaldo Bôscoli e Roberto Menescal), Desafinado (de Tom Jobim e Newton Mendonça), Meditação (de Tom Jobim e Newton Mendonça), Insensatez (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), Corcovado (Tom Jobim). Veja www.postermpb.com.br