Explore Teu Quarto, Quarto Antes e muito mais!

Explorar tópicos relacionados

Guarda-me Que o tempo Não é capaz de apagar de ti Desses versos Que a gente escrevia Nos troncos das árvores E não se apagaram Como aqueles que a gente Escreveu a giz. Guarda-me Como se eu fosse uma canção Que ecoa em teus ouvidos No silêncio do teu quarto Antes de dormir Guarda-me Como te guardo ___Em mim…  _ Como se eu fosse um verso De amor ((Sirlei L. Passolongo ))

Guarda-me Que o tempo Não é capaz de apagar de ti Desses versos Que a gente escrevia Nos troncos das árvores E não se apagaram Como aqueles que a gente Escreveu a giz. Guarda-me Como se eu fosse uma canção Que ecoa em teus ouvidos No silêncio do teu quarto Antes de dormir Guarda-me Como te guardo ___Em mim… _ Como se eu fosse um verso De amor ((Sirlei L. Passolongo ))

Morrer de amor   ao pé da tua boca     Desfalecer   à pele   do sorriso     Sufocar   de prazer   com o teu corpo     Trocar tudo por ti   se for preciso     ((Maria Teresa Horta, in “Destino”))

Morrer de amor ao pé da tua boca Desfalecer à pele do sorriso Sufocar de prazer com o teu corpo Trocar tudo por ti se for preciso ((Maria Teresa Horta, in “Destino”))

A vida : "A vida não está ai apenas para ser suportada ou vivida, mas elaborada.  Eventualmente reprogramada. Consientemente executada.  Não é preciso realizar nada de espetacular.  Mas que no mínimo seja o máximo que a gente conseguiu fazer consigo mesmo." Fernanda Mello | marcelosilva8

A vida : "A vida não está ai apenas para ser suportada ou vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Consientemente executada. Não é preciso realizar nada de espetacular. Mas que no mínimo seja o máximo que a gente conseguiu fazer consigo mesmo." Fernanda Mello | marcelosilva8

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. ((Carlos Drummond de Andrade))

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. ((Carlos Drummond de Andrade))

... : Como faz com toda gente, a vida já aprontou tantas comigo, já me testou emocionalmente de tantas maneiras, já cansou tanto a minha beleza com suas armadilhas medidoras de fé, que, no fim das contas, ou aqui bem no meio delas, ela me trouxe a graça e a liberdade de experimentar viver com um coração que não é de todo valente, mas que é humano. Coração humano é feito para o afeto, quer a gente consiga v

... : Como faz com toda gente, a vida já aprontou tantas comigo, já me testou emocionalmente de tantas maneiras, já cansou tanto a minha beleza com suas armadilhas medidoras de fé, que, no fim das contas, ou aqui bem no meio delas, ela me trouxe a graça e a liberdade de experimentar viver com um coração que não é de todo valente, mas que é humano. Coração humano é feito para o afeto, quer a gente consiga v

A delicadeza ela trazia Pendurada na alma Seus véus cobriam-lhe O corpo com tons Carregados de sutilezas E no coração um amor Envolvido por finas Camadas de intensidade Assim ela encantava A lua e as flores E com toda a graça Deus a chamou de Mulher!  ((ZEZA MARQUETI ))

A delicadeza ela trazia Pendurada na alma Seus véus cobriam-lhe O corpo com tons Carregados de sutilezas E no coração um amor Envolvido por finas Camadas de intensidade Assim ela encantava A lua e as flores E com toda a graça Deus a chamou de Mulher! ((ZEZA MARQUETI ))

Quero escrever-te um poema que tenha um sentido claro como o que os teus olhos me disseram. Poderia ser um poema de amor, tão breve como o instante em que me deixaste ver os teus olhos. Mas o que os olhos dizem não cabe num poema, nem eu sei como se diz o amor que só os olhos conhecem.  ((Nuno Júdice))

Quero escrever-te um poema que tenha um sentido claro como o que os teus olhos me disseram. Poderia ser um poema de amor, tão breve como o instante em que me deixaste ver os teus olhos. Mas o que os olhos dizem não cabe num poema, nem eu sei como se diz o amor que só os olhos conhecem. ((Nuno Júdice))

"O Amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte."  ((Antoine de Saint-Exupéry))

"O Amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte." ((Antoine de Saint-Exupéry))

Ah! Se eu fosse o seu poeta... Você seria a minha musa... A minha fonte de inspiração... Pra você iria fazer, lindas poesias de amor... Colocaria nos versos, e nas rimas, todo o meu amor... Por você, vou-me declarar, e falar desse amor, que me invade, meu coração.

Ah! Se eu fosse o seu poeta... Você seria a minha musa... A minha fonte de inspiração... Pra você iria fazer, lindas poesias de amor... Colocaria nos versos, e nas rimas, todo o meu amor... Por você, vou-me declarar, e falar desse amor, que me invade, meu coração.

Não te incomodes …Não te incomodes com a minha entrega intensa no amor… Talvez não entendas que é assim que meu coração compreende a vida… Amando… Amando…  (Cida Luz )

Não te incomodes …Não te incomodes com a minha entrega intensa no amor… Talvez não entendas que é assim que meu coração compreende a vida… Amando… Amando… (Cida Luz )

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Pesquisar