Explore Castelo, Lisboa e muito mais!

Panorâmica de Lisboa tirada do Castelo de São Jo

Panorâmica de Lisboa tirada do Castelo de São Jo

Lisbon view from Saint George Castle, 1948. Photo by Stanley Kubrick

Lisbon view from Saint George Castle, 1948. Photo by Stanley Kubrick

Na década de 50 do séc. XX (Foto: Antonio Castelo Branco,  Arquivo Municipal de Lisboa)

A Avenida do poeta Guerra Junqueiro

Na década de 50 do séc. XX (Foto: Antonio Castelo Branco, Arquivo Municipal de Lisboa)

Palácio Nacional da Ajuda, fachada, anterior a 18

Palácio Nacional da Ajuda, fachada, anterior a 18

Praça de Londres, Lisboa, c. 1969.  Artur Pastor, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..

Praça de Londres, Lisboa, c. 1969. Artur Pastor, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..

Lisboa de Antigamente: Castelo de São Jorge: porta de Martim Moniz

Lisboa de Antigamente: Castelo de São Jorge: porta de Martim Moniz

antónio passaporte . av de roma, lisboa na década de 50

antónio passaporte . av de roma, lisboa na década de 50

Incendie du Chiado le 25 août 1988

Incendie du Chiado le 25 août 1988

| Panorâmica - encosta do Castelo, a partir da rua da Palma. Data: (1947)Fotógrafo: Paulo Guedes (AML)

| Panorâmica - encosta do Castelo, a partir da rua da Palma. Data: (1947)Fotógrafo: Paulo Guedes (AML)

Convento do Carmo, 1895. Mandado construir em 1389 pelo Condestável D. Nuno Álvares Pereira, o Convento da Ordem do Carmo ergue-se numa posição privilegiada, sobranceira ao Rossio (Praça de D. Pedro IV), e próxima ao morro do Castelo de São Jorge. A igreja do convento, que já foi a principal igreja gótica de Lisboa, ficou em ruínas devido ao Terramoto de 1755 e é uma das principais marcas deixadas pelo terramoto ainda visíveis na cidade.

Convento do Carmo, 1895. Mandado construir em 1389 pelo Condestável D. Nuno Álvares Pereira, o Convento da Ordem do Carmo ergue-se numa posição privilegiada, sobranceira ao Rossio (Praça de D. Pedro IV), e próxima ao morro do Castelo de São Jorge. A igreja do convento, que já foi a principal igreja gótica de Lisboa, ficou em ruínas devido ao Terramoto de 1755 e é uma das principais marcas deixadas pelo terramoto ainda visíveis na cidade.

Pinterest
Pesquisar