Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo

Explore Joaquim José, José Vieira e muito mais!

1888 - Discreta residência do Dr. Joaquim José Vieira de Carvalho no Largo 7 de Abril (depois praça da República). Projeto de Ramos de Azevedo.

O antigo Largo do Paço e atual Praça 15 de Novembro, quando ainda não havia sido executado o plano de remodelação de 1877, que criou um jardim. Da esquerda para a direita, parte do antigo Convento do Carmo (atual Faculdade Cândido Mendes) e o passadiço coberto que fazia a ligação coma Catedral, vista a seguir; a Igreja de Nossa Senhora do Monte do Carmo; o Hotel de France, então um dos melhores da cidade e rival do Pharoux. Na frente, o ponto de tílburis. Foto de Marc Ferrez, c. 1870.

Jaçanã -- Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo

Década de 1970 - Mappin na praça Ramos de Azevedo.

20 fotos lindas da cidade de São Paulo de 1924 a 1980

20 fotos lindas da cidade de São Paulo de 1924 a 1980

São Paulo Antiga on

Praça Ramos de Azevedo e Viaduto do Chá na década de 50

1915 - "Café Guarany" - Por volta de 1890, na rua XV de Novembro n. 52 existia uma casa de chope conhecida como "A Bodega". Em 1899 seus proprietários, Antônio Silveira Faria e Severo Alonso Domingues, reformaram o imóvel, modernizaram e reabriram o estabelecimento com o nome de "Café Guarany", tendo como prato principal sopa e filet de tartaruga. Funcionou até a segunda metade da década de 1930.

07 de maio de 1900 - A primeira linha de bonde de São Paulo.

Colyseo Paulista

A construção abaixo foi um enorme cinema de rua que era localizado bem no início da avenida Duque de Caxias, ainda no Largo do Arouche. O Colyseo Paulista, foi o primeiro cinema a ostentar o logotipo da empresa cinematográfica alemã UFA na cidade. Poucos anos depois, em 1936, o UFA-Palace seria inaugurado e tornar-se-ia o grande exibidor de filmes alemães em terras paulistanas.

Uma imagem do que a Cidade de São Paulo perdeu: esta fotografia de 1926 mostra o fabuloso teatro do Palacete Santa Helena, na Praça da Sé, um dos grandes marcos arquitetônicos da capital e que foi demolida por completo em 23 de outubro de 1971, após 117 dias de marretadas. Fonte: L'Illustrazione Italiana N.29 - 18/07/1926