Explore Lis Djavan, Cantores e muito mais!

Flor de Lis - Djavan

Flor de Lis - Djavan

BORBOLETAS Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande. As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela. Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém. Temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém. As pessoas não se...

BORBOLETAS Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande. As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela. Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém. Temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém. As pessoas não se...

"Eu gosto de olhos que sorriem, de gestos que se desculpam, de toques que sabem conversar e de silêncios que se declaram." ~Machado de Assis

"Eu gosto de olhos que sorriem, de gestos que se desculpam, de toques que sabem conversar e de silêncios que se declaram." ~Machado de Assis

Mensagem

Mensagem

―Carlos Drummond de Andrade

―Carlos Drummond de Andrade

À MERCÊ DE INSPIRAÇÕES...: Carlos Drummond de Andrade

À MERCÊ DE INSPIRAÇÕES...: Carlos Drummond de Andrade

Carlos Drummond de Andrade

Carlos Drummond de Andrade

Meu Amor!!

Meu Amor!!

“Sentir tudo de todas as maneiras, Ter todas as opiniões, Ser sincero contradizendo-se a cada minuto, Desagradar a si-próprio pela plena liberalidade de espírito, E amar as coisas como Deus.” — Álvaro de Campos 1ª versão: Poesias de Álvaro de Campos . Fernando Pessoa. (Nota editorial e notas de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1944.

“Sentir tudo de todas as maneiras, Ter todas as opiniões, Ser sincero contradizendo-se a cada minuto, Desagradar a si-próprio pela plena liberalidade de espírito, E amar as coisas como Deus.” — Álvaro de Campos 1ª versão: Poesias de Álvaro de Campos . Fernando Pessoa. (Nota editorial e notas de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1944.

Resultado de imagem para resiliência tattoo

Resultado de imagem para resiliência tattoo

Pinterest • O catálogo de ideias do mundo todo
Pesquisar